Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aiatolá que prega a destruição de Israel já está no Brasil

O líder religioso xiita, que mantém conexões com o Hezbollah, desembarcou em São Paulo, líderes locais mentem sobre sua presença para evitar protestos.

O aiatolá iraquiano Mohsen Araki já está em São Paulo. Uma das estrelas maiores da corrente xiita do Islã, o religioso veio ao Brasil para proferir uma palestra em um evento que pretende tratar do tema do terrorismo islâmico. Araki é um notório defensor da aniquilação do Estado de Israel que, segundo ele “é um tumor que precisar ser extirpado do Oriente Médio”.

Desde que VEJA revelou a visita de Araki ao Brasil, uma série de autoridades e organizações manifestaram-se contrárias à visita do líder extremista. Os anfitriões de Araki, do Centro Islâmico Arresala passaram a difundir a mentira de que Araki não viria mais ao Brasil, como forma de afastar a imprensa e protestos contra a sua visita. As fotografias acima desmentem a organização patrocinada pelo Irã no Brasil. As imagens mostram mostram Araki desembarcando no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Uma das pessoas que acompanham Araki é chefe da Arresala, o sheik Taleb Khazraji (de camisa bege e gorro).

O radical xiita Mohsen Araki desembarca no Aeroporto de Guarulhos (Roberto Grobman/Facebook)

O iraquiano Taleb Khazraji é outra figurinha carimbada na rede do Hezbollah na América Latina. Khazraji foi citado dos relatórios produzidos pelos investigadores do atentado contra a sede da Associação Mutual Israelita (AMIA), como sendo um dos interlocutores dos terroristas que explodiram a entidade em julho de 1994.

O radical xiita Mohsen Araki no Aeroporto de Guarulhos (Roberto Grobman/Facebook)

Amigo pessoal e com influência sobre o secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, o aiatolá Araki prega que os Estados Unidos e os judeus são os responsáveis pelos problemas econômicos dos países islâmicos e das divisões existentes entre as várias correntes da religião islâmica. Em uma visita ao Líbano, ele sugeriu aos líderes do Hamas, o grupo terrorista que controla a Faixa de Gaza, uma união estratégica entre todos as organizações terroristas que atuam no Líbano e Palestina como forma de “banir Israel do mapa”, conforme publicado pela imprensa oficial iraniana.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Terrorista vem ao Brasil ensinar a respeito da paz? Então, vamos chamar o CV e o PCC para reformar o Código Penal. O Brasil tá virado do avesso!

    Curtir

  2. E essa mentira vai passar impune?! Pode um Centro Islâmico mentir desse jeito e manipular a informação? Religião agora é autorização para mentir em território brasileiro?! Depois vem falar de perseguição religiosa.

    Curtir

  3. Luiz Braulio De Vilhena

    Já deveria estar preso! Nem do guichê da PF deveria passar!! É impressionante como o Brasil aceita criminosos de fora!!! – Já não basta os nosso?!!

    Curtir

  4. Os terroristas estão tomando posição em todos os países ocidentais e ninguém vê que os malditos vão se levantar a uma para a hijad mundial.pois é ordem de Ala e Maomé conquitar e islâmicas o mundo.acordem enquanto suas cabeças estão nos seus corpos.

    Curtir

  5. “Banir Israel do mapa” ou “varrer Israel do mapa” é FAKE NEWS. Quando que nossa mídia “oficial” vai finalmente dizer a verdade quanto ao que foi dito: “o REGIME SIONISTA deve desaparecer do mapa”. A questão é erradicar o fundamentalismo judaico presente no governo sionista de Israel…

    Curtir

  6. Israel já sabe se virar sozinho, tem um amigo do peito e do bolso…EUA, mimimi.

    Curtir

  7. Alex Sandro Silva

    Alex CARDozo, seu nome já diz tudo. Você sim é um comprado do Hamas ou vendido do Hezbollah, seu Alex de araque.

    Curtir

  8. Alex Sandro Silva

    Alex CARDozo, parede de VISAr terrorista!!!

    Curtir

  9. Próximas visita serão os terroristas do EI para dialogar com a Dilma. Brasil, eterna piada; Babilônia dos tempos modernos, Roma dos tiranos de hoje. Aqui pode tudo, até terrorista a pregação de terrorista que defende a extinção de outro povo.

    Curtir