Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acordo diplomático entre Londres e Teerã para representação de interesses

Irã e Reino Unido encarregaram outros países de representar seus interesses em suas respectivas capitais, anunciou nesta quarta-feira a imprensa iraniana, sete meses depois de Londres fechar sua embaixada em Teerã e ordenar o fechamento da representação iraniana.

O ministro iraniano das Relações Exteriores, Ali Akbar Salehi, informou, segundo declarações publicadas pela imprensa de seu país, que Omã representará os interesses iranianos em Londres e que a Suécia ficará encarregada dos interesses britânicos em Teerã.

A decisão foi tomada depois de um encontro em Cabul de Salehi com seu homólogo britânico William Hague, após uma conferência sobre o futuro do Afeganistão na metade de junho.

Em Londres, o Ministério das Relações Exteriores não estava disponível para confirmar a informação.

As relações entre Teerã e Londres se deterioraram ainda mais depois do dia 29 de novembro, quando centenas de partidários do regime iraniano invadiram a embaixada e outro edifício diplomático britânico em uma manifestação contra as sanções ocidentais adotadas em resposta ao programa nuclear do Irã.

Depois do incidente, além do fechamento de sua embaixada em Teerã, o Reino Unido ordenou o fechamento da representação iraniana em Londres. Contudo, os dois países não suspenderam formalmente seus vínculos diplomáticos.