Acidente de trem na Polônia deixa 15 mortos

Pelo menos 15 pessoas morreram e 60 ficaram feridas na colisão de dois trens no sábado na zona de Szczekociny, no sul da Polônia, na maior tragéria ferroviária do país desde 1990.

informou Zygmunt Lukaszczyk, governador da região da Silésia.

“Sabemos que morreram 15 pessoas. Infelizmente não conseguimos ainda retirar o corpo da última vítima. Nós a vemos, mas não podemos alcançá-la”, disse à AFP Pawel Fratczak, porta-voz dos bombeiros.

Sessenta pessoas foram hospitalizadas, metade delas em estado grave, segundo os serviços de resgate.

“Esta é a pior catástrofe em muitos anos”, comentou o primeiro-ministro Donald Tusk, que visitou o local do acidente.

Segundo o serviço ferroviário polonês, 350 pessoas estavam nos dois trens no momento do choque.

O acidente ocorreu às 21H00 local (17H00 Brasília), com um trem que seguia de Varsóvia para Cracóvia e outro que fazia a rota Przemysl-Varsovia.

Um funcionário da empresa ferroviária revelou que as duas composições seguiam pela mesma linha.

Segundo as TVs polonesas, as duas locomotivas e três vagões descarrilaram.

O governo determinou a abertura de uma investigação para apurar as reponsabilidades da tragédia.