Câmara: mais decoro no decote

O governo está com sede de impostos. Em entrevista nesta quarta-feira, a presidente Dilma Rousseff disse que "não gosta" da CPMF, mas reconheceu que não pode abrir mão de nenhuma fonte de receita para cobrir o rombo bilionário do "orçamento negativo” de 2016. Enquanto isso, em Curitiba, a CPI da Petrobras tirou do sério o ex-diretor da Petrobras Renato Duque e, em Brasília, a Câmara dos Deputados se preocupa em legislar sobre os trajes das deputadas. Confira as notícias do dia no ‘Giro VEJA’ com Carlos Graieb e a equipe de VEJA.com

Por VEJA.com - Atualizado em