“Assumir o ministério da Fazenda é como ser capitão do Titanic”, diz Constantino

Economia em pauta. Para o colunista de VEJA Rodrigo Constantino, assumir o ministério da Fazenda no segundo governo Dilma é como ter nas mãos a função de capitão do Titanic. No "Aqui entre nós" com Joice Hasselmann, o economista fala sobre inflação e sobre os impostos escandinavos cobrados da população para prestação de serviços africanos. Sobre a reforma ministerial, ele aposta: "Dilma vai continuar dando as cartas na economia".

Por veja.com - Atualizado em