Brasil

 

15 de Julho de 2011

 

O assalto ao Banco Central de Fortaleza

Com 164,7 milhões surrupiados do cofre, o roubo do BC de Fortaleza, no Ceará, foi o segundo maior da história, superado apenas por um golpe em um depósito londrino, em 1987, de onde foram levados 113 milhões de dólares. O assalto chega aos cinemas. Confira nas imagens, as semelhanças entre realidade e ficção

  • Ficção: Cena do filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Realidade: A Polícia Federal investiga o túnel usado pelos assaltantes, em Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Jarbas Oliveira/AE

  • Ficção: Os atores Cadu Fávero, Eriberto Leão, Heitor Martinez e Juliando Cazarré cavam túnel em cena do filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Realidade: Casa utilizada pelos assaltantes no centro de Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Jarbas Oliveira/AE

  • Realidade: A Polícia Federal investiga o túnel usado pelos assaltantes, em Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Jarbas Oliveira/AE

  • Ficção: Mineiro e Carla, interpretado por Eriberto Leão e Hermila Guedes, chegam ao cofre do Banco Central em cena do filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Realidade: Prédio do Banco Central em Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Jarbas Olveira/AE

  • Ficção: Carla, interpretada por Hermila Guedes, responsável por cuidar da logística do assalto no filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Realidade: Peritos encontram parte do dinheiro roubado em furgão usado para fuga, Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Vidal Cavalcante/AE

  • Ficção: Devanildo, interpretado por Vinicius de Oliveira, em cena do filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Realidade: Peritos inspecionam a van usada no assalto ao banco, em Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Jarbas Oliveira/AE

  • Ficção: Investigadora Telma Monteiro, interpretada por Giulia Gam, em cena do filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Ficção: Criminoso Caetano, interpretado por Fabio Lago, em cena do filme “Assalto ao Banco Central”

    Divulgação

  • Realidade: Prédio do Banco Central em Fortaleza. No ano de 2005, assaltantes levaram 156 milhões de reais, através de um túnel subterrâneo que ligava uma casa até o prédio do Banco Central de Fortaleza

    Jarbas Oliveira/AE

Foto 0 / 14

Ampliar Fotos
 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados