Restaurantes
Mar
Vale
Montanha
Bares
Mar
Vale
Montanha
Comidinhas
Mar
Vale
Montanha
 
Bares - Vale
* Preços coletados até abril de 2008
 
O melhor botecoO melhor para dançar
O melhor chope   Eivissa
A melhor happy hour  Cervejaria do Gordo Dance Bar
A melhor música ao vivo  


Veja também

Conheça os jurados
Quadro: Os eleitos, por especialidade

Bares - Mar
Bares - Montanha

O melhor boteco

Bar do Coronel


Balcão de antepastos: marca do campeão

Benedito Segreto Córdoba, cujo pai foi dono de diversos bares em São Paulo, viu a chance de abrir o seu próprio negócio quando a pequena quitanda na esquina das ruas Francisco Rafael e Coronel José Monteiro, no centro de São José, foi posta à venda. Sem pestanejar, comprou o lugar e o transformou no Bar Coronel, eleito novamente o melhor boteco do Vale na votação de VEJA Mar, Vale & Montanha. Trata-se de um botequim à moda antiga com paredes revestidas de azulejos, mesas e cadeiras escuras e um grande balcão de madeira. Para criar seus pratos e os quitutes, o proprietário foi buscar referências em lugares célebres da capital. O balcão de antepastos, por exemplo, foi inspirado no Elídio Bar, e a idéia do pastel de bacalhau e do sanduíche de mortadela veio do Mercado Municipal. Outras iguarias, porém, são criações do próprio Benedito, como a fraldinha com alho, polenta e mandioca sobre uma cama de agrião. Além das opções do cardápio, toda noite os garçons circulam entre as mesas com bandejas abastecidas de outros petiscos, como bolinhos de bacalhau, empadas de palmito e minissanduíches. A bebida oficial é o chope – fica em barris armazenados numa câmara fria, entre 2 e 5 graus Celsius, e passa por dois pré-resfriadores antes de preencher as calderetas de 300 mililitros em que a bebida é servida. Há também cachaças mineiras, como Salinas e Lua Cheia, e a catarinense Blumenau, uma aguardente que contém zimbro e é servida gelada. Quem optar por uísque Red Label ganha como mimo cubos de gelo de água de coco.

Rua Francisco Rafael, 298, centro, São José dos Campos, (12) 3921-3141. 8h/último cliente (sáb. até 20h; fecha dom.). Cc.: D, M e V. Cd.: M, R e V. Cr.: T, V e So. T.: Cr, C, T e V. Aberto em 1992.

 

O melhor chope

Chopperia do Gordo

Frio em Jacareí: os barris da bebida chegam sob uma manta térmica

João Carlos da Silva repete o mesmo ritual cinco mil vezes todas as semanas: pega o copo previamente gelado, preenche com chope Brahma a exatos 2 graus, depois o aproxima da torneira de alta pressão e completa com três dedos de espuma antes de entregá-lo ao garçom para ser levado à mesa. Este é apenas o final de um processo meticuloso que garante à Chopperia do Gordo um novo título de o melhor chope da região, concedido pelo júri de VEJA Mar, Vale & Montanha. O cuidado com a bebida começa logo na entrega dos barris, que chegam protegidos por mantas térmicas. Depois, eles são cuidadosamente acomodados em uma câmara fria, de onde o líquido segue por uma serpentina que atravessa três caixas de gelo até chegar à chopeira, também resfriada a gelo. Além da caldereta padrão, de 300 mililitros, a choperia adotou o lady's chope, que vem em um copo um pouco menor (200 mililitros), semelhante a uma taça de espumante, para agradar às mulheres. A bebida serve de escolta para os itens expostos em uma vitrine de frios, vendidos por quilo, como sardela, polvo ao vinagrete, berinjela com tomate seco e queijos, entre eles parmesão argentino e gorgonzola dinamarquês. O variado cardápio lista opções de saladas, massas, carnes, peixes, pizzas, porções e sanduíches. Mas seu prato mais famoso é o filé à parmigiana – tanto que ganhou uma versão que vem em porção, cortada em cubos e chamada parmegianito. Iguarias alemãs, como eisbein e kassler, também têm justa fama.

Rua Alfredo Schürig, 11, centro, Jacareí, (12) 3952-1452. 11h30/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc.: M, V e A. Cd.: M e V. Cr.: S, T, V e So. T.: Tr, V e Plan Vale. Manobr. Entrega em domicílio www.chopperiadogordo.com.br. Aberto em 1982.

 

A melhor happy hour

Armazém Jacarehy

Presença confirmada: a casa emite um certificado a quem perder a hora no bar

Paredes em tom de verde, tijolos aparentes, mesas de madeira escura e iluminação baixa compõem a nova decoração do Armazém Jacarehy. Apesar da reforma recente, o bar dos irmãos Léo e Cícero Duarte manteve suas grandes janelas de frente para a Praça dos Três Poderes e continua a ser o lugar perfeito para quem quer ver gente bonita nos fins de tarde da região. Tanto que foi apontada pela segunda vez como a melhor happy hour pelos jurados de VEJA Mar, Vale & Montanha. A casa recebe um público predominantemente jovem, mas também juízes, vereadores e secretários de governo, graças à sua localização. De quinta a sábado o bate-papo é embalado por música ao vivo, com hits da MPB, do pop e do rock em versões acústicas. Além dos chopes Xingu e Sol, tem cervejas nacionais e importadas, como a uruguaia Norteña e as alemãs Warsteiner e Erdinger, esta última produzida a partir do trigo. Dos petiscos, o bolinho de mandioca com carne-seca e a porção de carne-de-sol com mandioca continuam sendo os mais pedidos. E o cliente, se prolongar demais a conversa e perder a hora de chegar em casa, leva como cortesia um atestado de comparecimento e bom comportamento.

Praça dos Três Poderes, 86, centro, Jacareí, (12) 3952-6886. 17h/2h (fecha dom.). Cc.: D, M e V. Cd.: M, R e V. Cr.: T. Couvert art.: R$ 3,00 (qui. a sáb.). www.armazemjacarehybar.com.br. Aberto em 2003.

 

A melhor música ao vivo

Anexo da Nena

Bandas locais e nomes da MPB: sempre no palco da casa

Uma das casas noturnas mais agitadas do Vale do Paraíba nasceu de um dos restaurantes mais tradicionais de São José dos Campos, a Cantina da Nena. Desde 1996, o espaço batizado como Anexo da Nena recebe em seu palco figuras como o bluesman norte-americano J.J. Jackson, o acordeonista gaúcho Renato Borghetti e o mineiro do Clube da Esquina Lô Borges. A casa também abre espaço para bandas locais de pop rock, como Capitão América e Eva Venenosa, e pela segunda vez consecutiva é eleita pelos jurados de VEJA Mar, Vale & Montanha a melhor com música ao vivo da região. Pelo espaço, que mistura o estilo tradicional dos pubs com referências de clubes noturnos, passam hoje cerca de 6 000 pessoas por mês, que entre um show e outro aproveitam para petiscar porções como o mix de frios na companhia de uma boa caipirinha de saquê de frutas vermelhas. Quem não quer encarar a pista, que está sempre lotada independentemente da atração, pode optar pelo camarote instalado ao lado do palco com atendimento vip para quarenta pessoas.

Rua Luís Jacinto, 260, centro, São José dos Campos, (12) 3922-4634. 23h/5h (fecha dom. a qua.). Cc.: D, M, V e A. Cd.: M, R, C e V. Cr.: T e V. Couvert art.: R$ 10,00 a R$ 30,00. Manobr. (R$ 7,00). Ar. www.anexo.com.br. Aberto em 1996.

 

O melhor para dançar

Eivissa

Programação eclética: badalação em oito ambientes

A Eivissa pegou emprestado o nome da badalada ilha de Ibiza, na Espanha, para mostrar sua vocação. Inaugurada em 2006 pela dupla Adriana Pastore e Ben-Hur Venturelli, em pouco tempo se tornou referência na noite da região com uma programação que privilegia a house music. Tanto que nesta edição de VEJA Mar, Vale & Montanha recebe o título de o melhor lugar para dançar do Vale do Paraíba. A estrutura da casa impressiona: são oito ambientes bem decorados, divididos entre pista de dança, terraço, mezanino, restaurante, bar, dois deques e lounge. No terraço, bancos de couro sob a copa de árvores convidam a uma pausa na balada para bebericar um drinque e bater um papo. O deck começa a receber os habitués da casa às 18h, antes mesmo de a pista abrir. Por ali desfilam algumas opções do cardápio, como o wrap ibiza, montado no pão-folha ao curry e recheado com lâminas de salmão, molho de mostarda e alcaparras, alface americana e pedaços de tomate. Além de servir cerveja, o barman prepara o coquetel da casa, batizado de saint jordi, cuja receita é mantida em segredo. Para o público menor de 18 anos, o domingo reserva a festa Sunday, que começa mais cedo, às 19h, e termina antes da meia-noite.

Avenida Adhemar de Barros, 152, Vila Adyana, São José dos Campos, (12) 3942-5669/5650. 18h/último cliente (dom. 19h/23h; fecha seg.). Cc.: D, M e V. Cd.: M, R e V. Cons. mínima: R$ 25,00 (mulher) e R$ 35,00 (homem). Manobr. (R$ 7,00). Ar. www.eventoseivissa.com.br. Aberto em 2006.

 


Cervejaria do Gordo Dance Bar

É uma das maiores danceterias do país: chega a receber quase seis mil pessoas em uma única noite. Os três lounges são pontos de descanso para aqueles que querem retomar o fôlego e encarar as quatro pistas de dança nas quais DJs famosos, como o brasileiro Sam Miura, de psytrance, se apresentam e fazem a pista de dança bombar. A tenda espacial tem estruturas metálicas, dois telões, camarote e shows com bandas de pop rock. Na casa do samba, pode-se dançar até o dia clarear. Como o próprio nome sugere, na pista mix o som é variado. Ideal para bater papo, o jack bar tem uma decoração que inclui vegetação e um espelho d'água. Trata-se de um bangalô com american bar no piso inferior sob uma lanchonete em que são servidos salgados, porções sanduíches e caldos. Para beber, a sugestão é a cerveja da casa, que desde novembro de 2007 é feita em uma fábrica que fica à vista dos clientes. Por todas essas razões, a Cervejaria do Gordo Dance Bar foi eleita o melhor bar para dançar no Vale do Paraíba, num empate com a Eivissa, de São José dos Campos.

Estrada Municipal Loren, 167, quilômetro 57, limite Guaratinguetá-Lorena, Guaratinguetá. 23h/6h (sáb.). Couvert art.: R$ 15,00 a R$ 30,00. www.cervejariadogordo.com.br. Aberto em 1997.

 
voltar