Veja também
NESTA EDIÇÃO
Utensílios de luxo
Culinária
Cozinha na
sala de aula
 

O interesse crescente pela gastronomia
alimenta os cursos de culinária na capital

Eduardo Burckhardt

A cozinha sempre foi um ambiente essencialmente da dona-de-casa. Mas na última década elas estão dividindo as bocas do fogão com empresários, profissionais liberais e uma turma jovem que vê na gastronomia um futuro promissor. Pesquisar novos temperos, elaborar pratos e reunir os amigos em torno da mesa são programas que têm atraído cada vez mais brasileiros. Em uma pesquisa realizada pelo Ibope, metade dos entrevistados disse ter "fascínio pela culinária" e a maioria considerou a cozinha o ambiente mais importante da casa. "O brasileiro está assimilando um costume que os europeus já têm há algum tempo", diz o professor de culinária Eduardo Maya.

A procura por cursos de gastronomia cresceu 60% nos últimos cinco anos no Brasil. Em Belo Horizonte, as opções de lugares para aprender os segredos das panelas também foram ampliadas nesse período. Escolas como o Cida Gomes Atelier Culinário, aberto em 2003, dividem a atenção com cursos consagrados. É o caso do concorrido Chez Dadette, que começou há trinta anos. Quem deseja ir além dos jantares com os amigos tem a opção de fazer graduação em gastronomia na Faculdade Estácio de Sá. Aberto em 2004, ele é o único curso de nível superior na área em Minas Gerais.

ONDE ESTUDAR

Anna Lúcia Gourmet
Rua São Pedro da União, 118, Sion, 3221-8161. www.academiadovinho/gourmet.
Formada na Le Cordon Bleu, em Paris, Anna Lúcia Dantas Paulino dá aulas de gastronomia há cinco anos. Com base na escola francesa, oferece cursos de introdução a técnicas básicas e de aperfeiçoamento, com pratos mais elaborados, além de classes temáticas, como crepes, cremes e enologia. As turmas têm no máximo doze alunos, e as aulas terminam com um jantar. O pacote com dez aulas custa R$ 650,00. Os cursos avulsos estão entre R$ 65,00 e R$ 80,00.

Bouquet Garni
Rua Tenente Anastácio de Moura, 676, Santa Efigênia,
3481-2990. www.bouquetgarni.com.br.
O famoso bufê também oferece aulas de gastronomia, ministradas por suas proprietárias, Agnes Farkasvolgyi e Karen Piroli. As turmas têm uma aula por mês, na qual preparam uma refeição completa, com direito a aperitivo, entrada, prato principal e sobremesa. O curso de maior sucesso é o de culinária mineira. As aulas terminam com um jantar. Custa a partir de R$ 90,00 por aula.

Casa Gourmet Arno
Rua Juiz de Fora, 1375, Santo Agostinho,
3292-2296. Shopping Minascasa, loja 27-B, Avenida Cristiano Machado, 3435, Ipiranga, 3426-2323. www.casagourmet.com.br.
Oferece cursos gratuitos de beleza, etiqueta e culinária. Entre as opções em gastronomia há aulas como básico da cozinha, bolos e salgadinhos. Também realiza workshops com chefs de cozinha. As inscrições podem ser feitas pelo site.

 

Nélio Rodrigues/1º Plano
Eduardo Maya: segredos culinários revelados nas aulas

Centro Culinário por Eduardo Maya
Rua Antônio de Albuquerque, 626, loja 1, Savassi,
3287-6028. www.chefonline.com.br.
Quando o assunto é gastronomia em BH, é difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido o nome de Eduardo Maya. Formado em catering pela Cordon Bleu, em Paris, e autodidata na arte das panelas, ele é uma espécie de chef multimídia. Apresentou o programa de rádio Momento Gourmet durante cinco anos, tem um dos sites de culinária mais visitados do estado (www.chefonline.com.br) e foi o idealizador do evento Comida di Buteco. A base de todos os projetos é seu centro culinário, onde ele oferece um curso dividido em vários módulos, da culinária básica à cozinha contemporânea. Em dez aulas, turmas de até catorze alunos recebem aulas teóricas e participam de um jantar com, no mínimo, três pratos. Cada aula custa R$ 99,50, em média.

Chez Dadette
Rua Ludgero Dolabela, 944, 4º andar,
Guttierez,
3292-2194.
Em uma cozinha aconchegante, dessas que parecem saídas dos livros de gastronomia mediterrânea, Dadette encanta os alunos com pratos de base francesa, com influência de outras culinárias, como a italiana e a brasileira. Pioneira no ensino de gastronomia em BH, há trinta anos ela explica os segredos da cozinha a seus alunos. Sua formação inclui cursos na França e passagem por restaurantes estrelados nos Estados Unidos e São Paulo. Luca Bahia, filho de Dadette, segue os passos da mãe e também ministra aulas no espaço. Os encontros têm duração de cerca de três horas e custam de R$ 70,00 a R$ 100,00.

Cida Gomes Atelier Culinário
Rua do Ouro, 696, Serra,
3282-2608. www.ateliercidagomes.com.br.
O sucesso de seus pratos entre amigos levou Cida Gomes a abandonar o emprego em um banco e dedicar-se apenas à gastronomia. Depois de fazer cursos na área, ela abriu sua escola, em 2003. Oferece fogões individuais para cada aluno, o que os incentiva a colocar a mão na massa. Ensina desde o básico em culinária à preparação de massas, sushis, entre outros. Custa de R$ 50,00 a R$ 140,00.

Escola de Cozinha Humberto Passeado
Avenida Nossa Senhora do Carmo, 143,
ap. 101,
3221-1825.
O professor de gastronomia Humberto Passeado costuma dizer que "foi criado no meio do tacho". Em 1993, ele decidiu repassar as lições que começou a aprender ainda pequeno, observando a rotina na padaria dos avós. Autodidata, Passeado aprendeu os segredos da cozinha em viagens no Brasil e no exterior, pequenos estágios em restaurantes e incansáveis pesquisas. Em sua escola, os alunos aprendem a fazer pratos de diversas culinárias, como a asiática, a mediterrânea e a italiana. Em cada aula, prepara-se um jantar completo, da entrada à sobremesa. Custa R$ 85,00.

Faculdade Estácio de Sá
Rua Erê, 207, Prado,
3291-3548.
www.bh.estacio.br.

A primeira turma do curso de tecnólogo em gastronomia deve se formar neste ano. Aberto em 2004, é o único de nível superior na área em Minas Gerais. O curso tem duração de dois anos e a faculdade realiza o vestibular de entrada a cada seis meses. Também oferece curso de sommelier. A mensalidade da graduação custa, em média, R$ 650,00.

Senac
Rua Tupinambás, 1038, centro,
0800 314440. www.mg.senac.br.
Oferece cerca de quarenta cursos de culinária. O mais procurado é o curso profissionalizante de cozinheiro, com duração de oito meses. Entre os cursos livres, tem boa procura o de corte e preparo de aves e peixes (R$ 210,00) e o de culinária japonesa (R$ 150,00).

 
voltar