BUSCA

Busca avançada      
FALE CONOSCO
Escreva para VEJA
Para anunciar
Abril SAC
Publicidade
SEÇÕES ON-LINE
Perguntas & Respostas
Março de 2009
Financiamento de imóveis

Reuters

Apesar da turbulência financeira que abateu o mundo nos últimos meses, o sonho da casa própria está cada vez mais fácil de ser realizado pelos brasileiros. Atualmente existem diversas formas de financiamento imobiliário, com a possibilidade de escolher a modalidade certa para você em bancos diferentes e com prestações adequadas a praticamente todos os níveis de renda. Para orientar quem está pensando em adquirir um imóvel, VEJA.com listou as seguintes respostas às dúvidas mais comuns na hora de fazer a compra.

1. Quais são os passos necessários para fazer um financiamento de imóvel?
2. Quais são as exigências para eu conseguir crédito em um banco?
3. Preciso estar em um emprego formal para conseguir crédito?
4. Quais documentos é preciso apresentar para conseguir o financiamento?
5. Qual é a diferença entre financiar um imóvel novo e um usado?
6. Só a Caixa Econômica Federal financia imóvel?
7. É preciso ser correntista do banco para pedir o financiamento?
8. Quanto tempo demora para sair o meu crédito?
9. Em quantas vezes posso financiar um imóvel?
10. O que acontece se eu não pagar as prestações?

1. Quais são os passos necessários para fazer um financiamento de imóvel?

As primeiras coisas a serem feitas são: encontrar um banco, verificar as taxas cobradas em cada um (procedimento que pode ser realizado nos sites dos próprios bancos) e simular um financiamento. O próximo passo é ir ao banco munido dos documentos necessários para obter o crédito pré-aprovado. Após a visita ao banco, já é possível saber o quanto será concedido de crédito. Encontrado o imóvel, você deve voltar ao banco com os documentos para dar entrada no pedido de financiamento.

 
topo

2. Quais são as exigências para eu conseguir crédito em um banco?

Há uma série de detalhes que variam de banco para banco, mas a regra mais importante costuma ser a seguinte: o valor da prestação não pode ser maior que 30% da sua renda mensal líquida.

 
topo

3. Preciso estar em um emprego formal para conseguir crédito?

Não. Existem outras formas de comprovar renda. Quem não tem registro em carteira precisa apresentar os seis últimos extratos bancários. Já quem é registrado precisa entregar o holerite dizendo qual é sua renda mensal. É preciso estar registrado há pelo menos três meses.

 
topo

4. Quais documentos é preciso apresentar para conseguir o financiamento?

Extrato bancário, CPF, Imposto de Renda e Carteira de Identidade (e, no caso de um usado, CPF dos proprietários do imóvel, cópia do espelho do IPTU, declaração de quitação do condomínio e registro do imóvel).

 
topo

5. Qual é a diferença entre financiar um imóvel novo e um usado?

A maioria dos bancos financia entre 60% e 80% do valor dos imóveis usados. Já com imóveis novos, o financiamento pode chegar aos 100%.

 
topo

6. Só a Caixa Econômica Federal financia imóvel?

Não. “As pessoas tem o hábito de pensar que tem que ser com a Caixa, mas isso não é verdade”, disse Rogério Quintanilha, diretor da Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis (Abadi), em entrevista a VEJA.com.

 
topo

7. É preciso ser correntista do banco para pedir o financiamento?

Não, mas alguns bancos dão descontos e planos especiais para os correntistas.

 
topo

8. Quanto tempo demora para sair o meu crédito?

De acordo com Rogério Quintanilha, da Abadi, em alguns bancos o crédito sai em até quinze dias. “Demora mais para encontrar o imóvel e levantar a documentação para entregar ao banco do que conseguir o financiamento”, explica ele.

 
topo

9. Em quantas vezes posso financiar um imóvel?

Alguns bancos fazem financiamentos de até 360 meses, ou seja, 30 anos. O prazo de financiamento, porém, depende da renda de cada pessoa.

 
topo

10. O que acontece se eu não pagar as prestações?

De acordo com o diretor da Abadi, o banco faz diversas negociações para a pessoa pagar o financiamento. Uma vez que a dívida não é paga, o banco pode mandar seu nome para cadastros de devedores, como a Serasa. Caso não haja uma saída negociada, o imóvel vai para leilão.

 
topo
 
NA REVISTA
Reportagem de capa
NO SITE
OUTROS TEMAS
 
Publicidade

 
  VEJA | Veja São Paulo | Veja Rio | Expediente | Fale conosco | Anuncie | Newsletter |