Câncer

AIDS

Doenças
da modernidade

Stress

Tabagismo

Obesidade

Doenças cardíacas

Envelhecimento

Depressão

Alimentação

Gravidez e Filhos

Saúde infantil

Gravidez

Infertilidade

Males freqüentes

Gripes e resfriados

Dor de cabeça

Alergias

TPM e Menopausa

Distúrbios do sono

Diabetes

Tecnologia

Exames/Remédios

Transplantes

Medicina alternativa

Terceira idade

Cuidados no verão

Odontologia

Testes

Links úteis

Em Dia

Câncer

AIDS

Gripe do frango

Pneumonia asiática

Dengue

Malignos, comuns e traiçoeiros
26/11/2003

O medo exagerado
5/11/2003

Não perca
o sono
24/9/2003

Um gesto que
pode salvar
20/8/2003

Com o coração
nas mãos

30/7/2003
Edição especial
VEJA Saúde

11/2002
Respostas

Tema
Câncer

Abril de 2006

Estas foram as questões selecionadas pela redação de VEJA on-line e respondidas por Ademar Lopes, especialista em cirurgia oncológica e diretor do departamento de cirurgia pélvica do Hospital do Câncer.

 

Atenção!

Esta coluna não substitui uma consulta médica.
Procure sempre uma avaliação pessoal com
um médico de sua confiança.


Pergunta
Gostaria de saber se um tumor benigno retirado pode se transformar em malígno. Pois tive que retirar metade do meu seio, pois tinha um carroço enorme, mas benigno. Obrigada,
Thereza,
SãoPaulo/SP

Resposta
Usualmente, os tumores benignos não transformam em malignos.


Pergunta
Gostaria de saber qual os sintomas iniciais do câncer no intestino, se existe idade com maior risco e quais exames devemos fazer para descobri-lo rapidamente?
Cintia,
Itaporã-MS

Resposta
O câncer do intestino, embora possa ocorrer em pessoas mais jovens, é mais frequente após os 50 anos de idade. Os sintomas mais freqüentes são: alterações do hábito intestinal (diarréia, constipação), sangramento nas evacuações, muco nas fezes e, às vezes, dor. Quase todos os cânceres do intestino grosso vêm de um pólipo que pode ser retirado durante a colonoscopia. A American Cancer Society aconselha toda pessoa que não tenha nenhum fator de risco para câncer do intestino, a fazê-la aos 50 anos de idade. O câncer colorretal é o sexto tumor mais frequente no homem brasileiro e o quarto na mulher. Se fizermos colonoscopias regularmente, diminuiremos em muito esta doença.


Pergunta
Na minha família há muitos casos de câncer (mais de 15), a maioria dos casos no fígado, inclusive minha mãe e meu irmão faleceram devido a este tipo de câncer. Gostaria de saber se, além dos exames preventivos de rotina, já pedidos regularmente pelo ginecologista, há algum outro tipo de exame que possa ser realizdo para prevenir este tipo específico que é tão freqüente na família?
Neuzi,
Curitiba

Resposta
É necessário se o tumor é primário do fígado ou é metastático. Vários tipos de tumores podem dar metástases para o fígado. Um dos fatores de risco importante para o câncer do fígado é o vírus da hepatite B. Existe vacina eficaz para este tipo de vírus.


Pergunta
Meus pais faleceram por causa de câncer gástrico. Meu pai teve câncer no rim e baço e minha mãe, no estômago, fígado e pâncreas. Que tipo de exame posso realizar para detectar algum problema?
Ivani,
São Paulo/SP

Resposta
O câncer de estômago é o terceiro tumor mais freqüente no homem brasileiro e o quinto na mulher. A melhor maneira de se fazer o diagnóstico precoce desta doença é através de endoscopia alta.


Pergunta
No caso de uma pessoa querer fazer um chek-up completo na intenção de se prevenir destas doencas (não somente o câncer), qual seria a bateria de exames necessária?
Geovane,
Cachoeira do Sul, RS

Resposta
O segredo para a cura do câncer é o diagnóstico precoce. Se o fizermos e tratarmos corretamente os nossos pacientes, seremos capazes de curar 90% dos casos, a baixo custo, e praticamente sem nenhuma mutilação. Para isto, o bom é fazer um onco check-up periódico, antes que você tenha algum sintoma. O médico ideal para fazer este exame, é aquele que converse com você, veja os seus fatores de risco, examine-o da cabeça aos pés e peça os exames que julgar necessários, na dependência dos achados.


Pergunta
Tenho sentido dores no estômago e, às vezes, quando passa da hora de me alimentar, quando vou defecar sai bastante sangue. Será que estou com câncer no estômago?
Silvio,
Salvador/BA

Resposta
A perda de sangue vivo pelas fezes pode estar associada a uma série de doenças que não câncer, como por exemplo, hemorróidas, fissura, etc. Mas também pode estar associada a tumores do reto e do intestino. Assim sendo, é importante procurar o seu médico que, na dependência do exame que fará em você, solicitará ou não, uma colonoscopia, exame que pode se ver todo o intestino grosso, e fazer o diagnóstico. Se necessário, solicitará um endoscopia digestiva alta, para ver o seu esôfago e estômago.


Pergunta
Quais cuidados necessários devemos tomar para diminuir a possibilidade de contrair câncer de próstata.
Adail,
Brasília / DF

Resposta
Os principais fatores de risco para o câncer de próstata são: idade, câncer de próstata na família e a raça negra. As pessoas obesas têm incidência um pouquinho maior. Assim sendo, evitar a obesidade é uma maneira de preveni-lo, bem como uma série de outras doenças provocadas por esta condição.


Pergunta
Meu irmão tem sarcomo maligno. Qual o benefício que a quimioterapia vai trazer para ele?
Milda,
Imperatriz/MA

Resposta
As principais formas de tratamento de um sarcoma de partes moles, quando o tumor ainda está localizado, são: a cirurgia e a radioterapia. Pacientes com sarcomas de alto grau podem se beneficiar da quimioterapia.


Pergunta
Meu pai faleceu vítima de câncer, uma tia minha (irmã dele) também faleceu por causa da doença, uma outra tia (também irmã de meu pai) também teve problemas que foram rapidamente identificados e foram devidamente tratados. Meu avô (pai do meu pai) também faleceu de câncer. Porém, toda família de minha mãe e a família de minha avó paterna (que é viva até hoje e está com 89 anos) nunca tiveram problemas com isso. Quais são as possibilidades de minhas irmãs e eu sofrerem com esse problema por motivos naturais?
Amanda,
Oriente/SP

Resposta
Dez por cento dos cânceres são hereditários. É necessário saber quais os tipos de tumores que os seus familiares tiveram e em que idade eles ocorreram para saber se eles se enquadram no grupo de tumores hereditários. Procure o seu médico, que após uma conversa mais detalhada, será capaz de responder o seu questionamento.


Pergunta
Tenho 51 anos e gostaria de saber se posso fazer uso da terapia hormonal, pois tenho assimetria focal na mama esquerda, que persiste na mamografia mesmo com a compressão localizada. Esta assimetria pode virar câncer? Grata,
Maria das Dores,
São Paulo/SP

Resposta
A terapia de reposição hormonal aumenta um pouco o risco de câncer de mama por isso discuta com o seu médico a conveniência de usá-la ou não, na dependência de seus fatores de risco.


Pergunta
Meu filho fez cirurgia de um carninoma papilífero, na qual foi retirada toda a tiréiode. Ele já tomou iodo e faz revisões periodicamente. Este tipo de câncer tem cura?
Audinete,
Campina Grande/PB

Resposta
O carcinoma papilífero da tireóide, na dependência das fases em que é diagnosticado, tem altíssimas taxas de cura.


Pergunta
Estou com NIC1 e HPV. Será que tenho alguma possibilidade de virar um câncer?
Mariluce,
Macau/RN

Resposta
Aproximadamente 5% das mulheres que tem HPV oncogênico vão desenvolver o câncer. Se você tem NIC1 e HPV oncogênico, procure o seu médico para tratamento adequado, que você não terá câncer.


Pergunta
O aparecimento de líquido nos seios, apesar de não ter filhos, como uma secreção de cor branca, sem a presença de nódulos, pode ser indício de câncer de mama? O que devo fazer?
Gabriela,
São Paulo - SP

Resposta
O que você tem, chama-se descarga papilar, que pode ter várias causas. A secreção de cor branca não é a que habitualmente se associa ao câncer e sim a de cor sanguinolenta. Você deve procurar o seu médico para diagnosticar a causa desta secreção.


Pergunta
O câncer é uma doença genética ou todos os seres humanos têm uma célula cancerígena, só esperando ser ativada igual uma bomba atômica?
Flaviana,
Brasília/DF

Resposta
O câncer é visto, hoje, como sendo uma doença genética, ou seja, oriunda de alterações no DNA, conhecidas como mutações. Não é verdade que todos nós temos uma célula cancerosa. As nossas células normais podem tornar-se cancerosas pela ação de agentes físicos, como por exemplo, os raios solares e o câncer de pele, agentes químicos, como por exemplo, produtos do tabaco nos fumantes e o câncer de pulmão, ou agentes biológicos, como por exemplo, alguns tipos de vírus do HPV e o câncer de colo uterino.


Pergunta
Tenho 44 anos e sinto dores na mama. Tenho a mama muito densa. Faço sempre o toque, mas ando tão assustada com as dores que sinto que cosigo num dia achar vários caroços e no dia seguinte nenhum. Dor na mama mesmo não estando menstruada é normal?
Rog,
Belo Horizonte/MG

Resposta
O câncer de mama, em geral, é indolor. O auto exame, muitas vezes, leva a sensação de que existem nódulos por isso é importante a avaliação do médico e, quando indicado, um exame de imagem, como por exemplo, a mamografia ou ultrassonografia.


Pergunta
Gostaria de retirar um tumor de nome hemangioendotelioma. A quem recorrer? Ao neuro ou ao cirurgião torácico?
Luciano,
Paulista/PE

Resposta
O hemangioendotelioma é um tumor de partes moles. Seria interessante ouvir também um cirurgião oncologista. O especialista que vai ressecar o tumor depende, fundamentalmente, da sua localização.


Pergunta
Qual o primeiro sinal que apareçe em uma pessoa que está com câncer? Ele dói ou não?
Valquiria,
São Paulo/SP

Resposta
Em geral, no seu início, o câncer é indolor. Gostaria que fosse muito doloroso no início porque isso obrigaria as pessoas a procurar um médico e fazer um diagnóstico precoce. A associação de dor ao câncer ocorre nas suas fases avançadas, portanto, o ideal é você fazer um onco-checkup periódico, antes que tenha qualquer sintoma, pois assim pode-se fazer diagnóstico precoce e curar praticamente todos os casos, com tratamento adequado.


Pergunta
Creio que o câncer não tem idade, uma pessoa com qualquer idade pode ter. Mas o fato de ter na família um caso de doença em uma pessoa muito jovem significa que uma parente próxima possa ter?
Suelen,
Casimiro de Abreu/RJ

Resposta
O câncer é uma doença que acomete, principalmente, pessoas mais idosas, embora, ocorra, também em crianças e adultos jovens. Quando ocorre em jovem, e existindo outros casos na família, não é obrigatório que seja hereditário, mas é um indício que possa sê-lo e, portanto, merece uma investigação.


Pergunta
Estou com um caroço na cabeça. Já fui ao médico e o mesmo me disse que trata-se de cisto sebáceo. Meus familiares estão com medo, achando que pode ser outra coisa. Queria saber se esse problema é muito complicado ou é simplesmente o caso de uma pequena cirurgia. Tenho que tirá-lo desse jeito?
Marcos,
osvaldo cruz-sp

Resposta
Cisto sebáceo é doença benigna. É bom removê-lo e fazer exame anatomopatológico que dará o diagnóstico definitivo.

 
 
  
topovoltar