Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zinho é apresentado ao elenco e inicia trabalho no Fla

Por AE

Rio – Zinho chegou cedo ao Ninho do Urubu nesta sexta-feira, reencontrou velhos conhecidos e foi celebrado pelos jogadores mais veterano. O novo diretor de futebol do Flamengo foi abraçado com carinho por Vágner Love e Ronaldinho Gaúcho, cuja conduta parece ser a principal questão do trabalho inicial. Aos 44 anos, Zinho chega ao clube com a missão de arrumar a casa e retirar o máximo da estrela maior do elenco.

“Joguei com o Ronaldo quando tinha 19 anos (no Grêmio), é um fenômeno”, derreteu-se o dirigente. “É uma estrela mundial. Tem 32 anos, mas muita coisa para render. Vou conversar com o Ronaldo, quero ele junto comigo”, destacou.

Neste turbulento primeiro semestre rubro-negro, marcado pelas eliminações no Campeonato Carioca e na Copa Libertadores, o símbolo foi um Ronaldinho Gaúcho desinteressado e descompromissado. “Ele é muito importante para esse grupo com uma conduta, desempenho, liderança. É importantíssimo”, frisou o ex-jogador, que comentou também o desejo dos cartolas rubro-negros em ter Adriano de volta ao clube.

“Ele tem um currículo invejável. Seleção brasileira, Copa do Mundo, no último título brasileiro do clube estava aqui. Tem os problemas particulares dele”, disse Zinho. “Abrir as portas para a recuperação do Adriano? Legal, muito bom. Daí para a contratação é outra história”, ressalvou.

O novo dirigente promete empenho em tempo integral para exercer um bom papel, apesar da inexperiência no cargo em um clube do porte do Flamengo. Ele está ciente que outros ídolos da Gávea, como Júnior e Zico, fracassaram na função por questões políticas.

Zinho garantiu que vai exigir um comprometimento maior de todos, mas descartou a criação de um manual de conduta. “Não vai ter cartilha do Zinho. Vai haver funções e regras normais do futebol profissional”.