Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Willian destaca dever cumprido após décimo título pelo Shakhtar

Destaque de mais uma temporada vitoriosa do Shakhtar Donestk na Ucrânia, o meia Willian celebrou o gol marcado na vitória que deu ao seu clube o tricampeonato nacional nesta quinta-feira. A equipe derrotou o Oleksandria por 3 a 0, na Donbass Arena, e teve sua atuação marcada pelo poder de decisão do brasileiro revelado no Corinthians.

Além de anotarr o gol que iniciou o triunfo do Shakhtar, Willian também participou da jogada do segundo e não escondeu a emoção de ter o seu nome escrito mais uma vez na história do clube. Com a primeira posição assegurada no campeonato ucraniano, o armador chega ao seu décimo título pelo time e não poupa palavras para destacar a sensação de ter cumprido o seu dever nos seus quase cinco anos no futebol europeu.’Estou muito feliz. Eu já esperava por esse gol há um tempo e não tinha momento melhor do que esse para ele sair. Esse é o meu quarto título ucraniano, o décimo com a camisa do Shakhtar e por isso estou com uma sensação de dever cumprido. Agora é comemorar e descansar bastante’, comentou Willian, satisfeito por ter auxiliado na conquista de títulos e no reconhecimento da equipe por toda a Europa.

‘A cada ano que passa, acredito que estamos levantando a imagem do Shakhtar tanto dentro quanto fora da Ucrânia. É claro que essas conquistas também projetam todos os jogadores que estão aqui, como eu. Fico feliz por essa oportunidade que o Shakhtar me deu de ser reconhecido aqui e na Europa’, emendou.

Apontado como um dos jogadores mais promissores no futebol do Velho Continente, Willian agora vive a expectativa gerada pela proximidade da nova janela de transferências europeia. O jogador chegou a receber uma proposta para defender o Chelsea no meio desta temporada, mas os valores apresentados não foram satisfatórios para o Shakhtar.

Com a iminência de novas ofertas milionárias para vestir a camisa de um clube de ponta no futebol mundial, o brasileiro se mostrou preparado para lidar com a pressão e tomar a melhor decisão para a sua carreira. ‘Vamos ver o que vai acontecer. Todos sabem que há a possibilidade de eu sair e se isso ocorrer será com a cabeça erguida, pela porta da frente, pois sei que ajudei o clube da melhor maneira possível, com muito trabalho e conquistas’, encerrou o atleta.