Villas-Boas não resiste a nova derrota e é demitido do Chelsea

Um dia após a derrota por 1 a 0 para o modesto West Bromwich, o Chelsea anunciou a demissão do técnico André Villas-Boas. Em um comunicado em seu site oficial, o clube londrino agradece à dedicação do português e reforça que a falta de resultados foi o principal motivo para a dispensa do treinador.

‘Infelizmente os resultados e as performances do time não foram bons o suficiente e não mostravam um sinal de melhora em um momento chave da temporada. É um desapontamento que a relação tenha acabado de maneira tão precoce’, diz um trecho da nota.

André Villas-Boas chegou ao Chelsea em junho e, respaldado pelo trabalho à frente do Porto, assinou contrato de três anos. No entanto, ele não conseguiu repetir o sucesso na Inglaterra. No Campeonato Inglês, o time é o quinto colocado, fora da zona de classificação para a Liga dos Campeões e a 20 pontos da liderança.

Já no torneio europeu, os Blues se classificaram para as oitavas de final com dificuldades e, no primeiro duelo com o Napoli, perdeu por 3 a 1 na Itália, precisando de uma vitória por 2 a 0 ou por três gols de diferença para seguir avançando na Champions.

Nomes como o de José Mourinho – que esteve em Londres na segunda-feira – e Rafa Benítez são especulados para assumir o Chelsea, mas o clube informou apenas que o auxiliar Roberto Di Matteo será o responsável por comandar a equipe nos próximos compromisso