Vergne é eliminado no Q1 em Xangai ao lado de equipes nanicas

O francês Jean-Eric Vergne não conseguiu avançar à segunda parte do treino classificatório para o Grande Prêmio da China de Fórmula 1. O jovem piloto da Toro Rosso marcou 1min37s714 como melhor volta em Xangai, ficou apenas na 18posição do treino e acabou eliminado.

Ao lado do francês, os pilotos da Caterham, Marussia e HRT não conseguiram classificação ao Q2. Heikki Kovalainen larga em 19logo à frente de seu companheiro Vitaly Petrov. Timo Glock e Charles Pic saem em 21e 22 , respectivamente, deixando as duas últimas posições do grid para Pedro de La Rosa e Narain Karthikeyan.

Os maus resultados nos treinos livres fizeram com que a Ferrari mandasse o brasileiro Felipe Massa à pista logo nos primeiros minutos de treino, o que não é comum. Ele marcou 1min37s964, mas logo sua marca começou a ser superada e ele caiu na tabela de tempos.

Ameaçado de não avançar ao Q2, ele voltou à pista com pneus macios e marcou 1min36s556 para garantir a classificação, com o quinto melhor tempo. A escolha, no entanto, deve dificultar a vida do brasileiro na sequência de atividades.

Já Bruno Senna, que também rodou com pneus macios, ficou com o sétimo tempo da primeira parte do treino classificatório e avançou na briga por posições.

O Q1 em Xangai foi liderado pelo mexicano Sergio Pérez, da Sauber, com a marca de 1min36s198. Fernando Alonso, Romain Grosjean, Pastor Maldonado, Felipe Massa e Paul di Resta completam a lista dos seis primeiros colocados