Vasco decide não escalar ‘expulsos’

Após treino realizado na manhã deste sábado, em São Januário, o técnico do Vasco, Cristóvão Borges, comunicou que o clube decidiu não escalar o zagueiro Rodolfo e os volantes Eduardo Costa e Fellipe Bastos na partida deste domingo, às 16 horas (de Brasília), contra o Nova Iguaçu, em Moça Bonita, pela última rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Os três jogadores foram dados como expulsos na súmula do clássico, que foi supostamente rasurada, entre Flamengo e Vasco, da semana passada. Ao longo da semana a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) divulgou que os atletas teriam condições de jogo, mas o Cruzmaltino preferiu não arriscar.

‘Mantemos a nossa posição de que eles não foram expulsos e podem jogar, mas decidimos pela não escalação para evitar maiores problemas. Eles estão vindo de uma sequência de jogos e acabaram ganhando esse descanso’, informou Anibal Rouxinol, responsável pelo departamento jurídico do clube.

A decisão do Vasco, embora não confirmada, foi tomada após o clube ser informado de que o Fluminense estaria disposto a buscar a Justiça Desportiva caso o Vasco escalasse os atletas. O Tricolor, que enfrenta o Olaria, depende de um tropeço dos vascaínos ou do Bangu, que duela com o Resende, para chegar às semifinais do estadual.

Além dos três jogadores, Cristóvão não poderá contar com o lateral direito Fagner e nem com o meia Diego Souza, suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo na derrota de 2 a 1 para o Flamengo.

Neste sábado os jogadores realizaram um rachão e o meia Felipe, recuperado de uma bursite no ombro direito, trabalhou normalmente e tem escalação garantida. O clima estava animado e o Maestro chegou a levar um chapéu de Carlos Alberto, reincorporado ao elenco e que vai ficar como opção no banco de reservas. A escalação da equipe passou a ser um mistério sem a presença do trio que supostamente foi expulso no clássico. Um possível esboço tem: Fernando Prass; Allan, Renato Silva, Douglas e Thiago Feltri; Nilton, Rômulo, Felipe e Juninho Pernambucano; Éder Luís e Alecsandro. Após o treino o elenco seguiu diretamente para a concentração.