Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vandalismo e pancadaria mancham a final do Cearense

Arena Castelão foi palco de batalha campal entre torcedores rivais após o apito final. Com a bola rolando, o Fortaleza foi campeão com o empate em 2 a 2 com o Ceará

Fortaleza e Ceará fizeram na tarde de domingo uma emocionante decisão de campeonato na final do Cearense, na Arena Castelão. Com um gol marcado aos 47 minutos do segundo tempo, o Fortaleza garantiu o título com um empate em 2 a 2. O espetáculo dentro de campo, no entanto, foi manchado por cenas de pancadaria e vandalismo após o apito final.

LEIA TAMBÉM:

Torcedores do Grêmio perdem a cabeça com derrota

Quando os jogadores do Fortaleza ainda comemoravam a conquista, o gramado do Castelão – que recebeu um público de 50.000 pessoas – começou a ser invadido por torcedores do time campeão. A torcida do Fortaleza cruzou o campo e foi provocar a da equipe rival. Com isso, os torcedores do Ceará também invadiram o gramado iniciando uma batalha campal entre os dois grupos.

Os distúrbios, com pancadaria e vandalismo, duraram cerca de 15 minutos e terminaram com dezenas de torcedores feridos, roubo de câmeras de televisão, assalto a cinegrafistas, jornalistas desmaiados e centenas de cadeiras quebradas jogadas no gramado. A polícia demorou a agir para conter os baderneiros.

Final do Campeonato Cearense, na Arena Castelão, teve cenas de vandalismo e violência

Final do Campeonato Cearense, na Arena Castelão, teve cenas de vandalismo e violência (VEJA)