Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Uruguai cogita dividir Copa de 2030 com Chile e Argentina

Edição do centenário do Mundial pode ser a primeira disputada em três países

As federações de futebol do Uruguai e da Argentina já haviam anunciado a intenção de receber a Copa do Mundo de 2030, que marcará o centenário do torneio, cuja primeira edição foi realizada em solo uruguaio em julho de 1930. Na segunda-feira, o Chile se juntou aos vizinhos de continente, confirmando que tem interesse em dividir a candidatura com um ou dois deles. Os uruguaios, que lideram a iniciativa, cogitam receber o Mundial em conjunto com argentinos ou chilenos ou, numa possibilidade que ainda não havia sido cogitada, ser um dos palcos da primeira Copa a ser realizada em três países-sede.

Leia também:

Uruguai: o mistério do país nanico com um futebol gigante

No centenário da Copa, torneio pode retornar ao Uruguai

A única edição do torneio que aconteceu em mais de um país foi a de 2002, no Japão e na Coreia do Sul. Os uruguaios deverão discutir o assunto com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, numa reunião marcada para o dia 26 de novembro. “Acredito que a Fifa vai manifestar seu interesse. A partir daí, vamos ver se podemos fazer a Copa entre Uruguai e Argentina, entre os três países, apenas com Uruguai e Chile, no caso de a Argentina desistir, ou apenas o Uruguai. Estamos abertos a todas as possibilidades”, disse o presidente da Federação Uruguaia de Futebol, Wilmar Valdez.

Além de estar programado para o continente americano em função do rodízio entre os continentes, o Mundial de 2030 seria uma celebração dos cem anos da primeira Copa, cuja final aconteceu no Estádio Centenário, em Montevidéu, com vitória dos uruguaios sobre os argentinos. O dirigente uruguaio, que pretende comandar a candidatura, disse que “a prioridade é a Argentina”, mas afirmou que considerou “muito positivo o interesse do Chile”. O presidente da federação chilena, Sérgio Jadue, confirmou a intenção de participar do projeto e lembrou que o país, sede da Copa de 1962, já tem recebido grandes competições. No ano que vem, o Chile será palco da Copa América.


(Com agência Gazeta Press)