Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Uma Olimpíada e duas piras

Thomas Bach, presidente do COI, chegou nesta quarta ao Rio. Visitou a Vila Olímpica e o Centro, onde ficará uma inédita chama paralela

A Olimpíada do Rio de Janeiro será a primeira a ter duas piras olímpicas. A organização ainda mantém mistério sobre o formato, mas está acertado que a oficial ficará no Maracanã, depois de acesa no que é sempre o ponto alto da cerimônia de abertura, enquanto a outra queimará na zona portuária, no Centro. Esta é a “pira da prefeitura”, sob responsabilidade do município. Nesta quarta-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e os presidentes dos comitês olímpicos internacional e brasileiro, Thomas Bach e Carlos Arthur Nuzman, tiveram a chance de vistoriar as obras por trás dos tapumes que a escondem.

A uma semana da Olimpíada, o Centro do Rio, onde três telões vão transmitir as competições, ainda está em obras

A uma semana da Olimpíada, o Centro do Rio ainda está em obras (Veja/VEJA)

A tradição determina que o fogo olímpico queime continuamente, à vista da população, enquanto transcorre a Olimpíada. Normalmente, isso acontece no estádio olímpico, palco de diversas competições. No Rio, optou-se por acendê-la no Maracanã, que ficará fechado a maior parte do tempo. A dupla pira foi a fórmula encontrada para não quebrar o costume. “Os Jogos permitiram fazer em sete anos, nesta região, o que levaria gerações para ser construído. Este será o lugar para celebrar a experiência olímpica”, disse Bach, ao som de britadeiras e máquinas que se apressavam, perto dali, para concluir o chamado Boulevard Olímpico.

Leia mais:  Prefeito recebe canguru de pelúcia e sela a paz com australianos

No local serão instalados três telões para a população assistir às competições. Também haverá um balão para sobrevoos da cidade. O prazo para conclusão da obra é 2 de agosto; no momento, há montes de terra, canteiros expostos, materiais empilhados e constante vaivém de caminhões. Paes aproveitou a chance para exaltar as melhorias no Centro do Rio. De camisa e calça jeans, destoava dos demais, de calça social e blazer. O idioma comum era inglês. Só Bach arriscou um “bom dia”, às 3 da tarde. O presidente do COI chegou ao Rio esta manhã e, antes de ir ao Centro, esteve na Vila dos Atletas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, para verificar os consertos emergenciais nos apartamentos. “Avançou-se muito em 24 horas”, elogiou. “O local está em condições habitáveis”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Martins Domato

    Huahuahua esse Eduardo Paes é “ixxxperrto” “merrrrmo”, já antevendo que, diante da bandidagem solta no Hell de Janeiro, com a possibilidade concreta de ser subtraída, terá duas!!!!

    Curtir

  2. Além da garantia caso de roubo, Paes deveria informar que elas não são de ouro.

    Curtir

  3. emerson zingaro dos santos

    Olimpíadas no Brasil será um fiasco tão grande quanto a Copa do Mundo, o mundo inteiro sabe dos problemas que temos para resolver, e a sujeira que temos que retirar debaixo do tapete, deixada pelo PT nos últimos anos!!!

    Curtir