Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UFC: Werdum anuncia saída do UFC 196 por lesão

Cain Velasquez, que seria o desafiante do brasileiro campeão peso-pesado, também já havia sido cortado do evento de 6 de fevereiro por lesão

O brasileiro Fabricio Werdum não defenderá seu título dos pesos-pesados no UFC 196. O lutador gaúcho sofreu uma lesão nas costas durante os treinos e revelou ao site americano MMA Fighting nesta segunda-feira que não participará do evento badalado, uma prévia do Super Bowl, marcado para 6 de fevereiro, em Las Vegas, nos Estados Unidos. No domingo, o desafiante de Werdum, o americano Cain Velásquez, já havia desistido do duelo, também por lesão. O UFC, que havia anunciado o americano Stipe Miocic como substituto de Velásquez, ainda não oficializou o corte de Werdum, a duas semanas do UFC 196.

“Eu já estava machucado. Tenho uma lesão no pé e não consegui chutar nos treinos durante duas semanas. Eu lutaria com Cain porque já lutei machucado da última vez, mas eu também machuquei minhas costas na última sexta-feira. Fui ao médico, tentei seguir treinando, mas não consegui como eu gostaria”, revelou Werdum ao MMA Fighting.

Leia também:

Rafael dos Anjos quer calar McGregor para se tornar o novo herói do Brasil no UFC

UFC: Cigano desafia campeão Werdum nas redes sociais

Reis do UFC são destronados em 2015

A última luta do campeão Werdum foi justamente a vitória sobre Velásquez, por finalização, no UFC 188 , na Cidade do México, em junho de 2015. O duelo valeu o título linear a Werdum, que antes era o campeão interino devido às constantes lesões do então campeão Velásquez.

O brasileiro de 38 anos deixou claro que poderia suportar as dores caso sua disputa de cinturão fosse novamente contra Vélasquez, americano de origem mexicana que vem sofrendo com lesões nos últimos anos. Mas, preferiu não arriscar seu cinturão lutando lesionado contra Miocic. “Decidi lutar porque não estou 100%. Se fosse contra Cain, eu lutaria. Não é culpa dele, não é culpa de ninguém. Lesões acontecem”. Werdum afirmou que estará pronto para voltar ao octógono em dois ou três meses e que enfrentaria Miocic normalmente no futuro.

Velasquez, de 33 anos, escreveu uma carta aos fãs nesta terça-feira em sua conta no Facebook e pediu desculpas a Werdum por adiar um duelo entre eles pela terceira vez na carreira. “Fabrício, espero que você aceite meu mais sincero pedido de perdão. Eu entendo que você ache que isso é uma desculpa para não enfrenta-lo. De um profissional para o outro, eu posso te dizer que estou comprometido e procurando competir com você novamente. Tenho muito respeito por você como lutador e como homem, e vamos nos encontrar em breve”, escreveu o ex-campeão.

(da redação)