Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

TV flagra momento de ataque com gás de pimenta de torcedor do Boca

Agressão contra os atletas do River Plate na Bombonera causou a exclusão do Boca da Libertadores. O autor já foi identificado

O ataque com gás de pimenta contra os jogadores do River Plate, que causou a exclusão do Boca Juniors da Copa Libertadores, foi flagrado pelas câmeras de transmissão da Fox Sports argentina. Nesta segunda-feira, a emissora exibiu o momento exato da agressão orquestrada por torcedores do Boca que estavam no anel inferior da Bombonera, atrás do túnel do rival, no clássico da última quinta-feira. O vídeo deixa claro que, ajudado por outros colegas, um homem se aproximou da grade do estádio e espirrou o gás contra os atletas do River.

Leia também:

Libertadores: La Bombonera é interditada após interrupção de Boca x River​

Spray de pimenta suspende partida entre Boca e River

Argentina: brutalidade no futebol é um alerta para o Brasil

De acordo com o diário esportivo argentino Olé, o torcedor responsável por atirar o gás se chama Adrian Napolitano, conhecido como El Panadero (o padeiro). Ele seria integrante de uma facção da torcida organizada, a Nuevo Boca, presidida por Roberto Digón – que, por sua vez, é candidato de oposição à presidência do clube, o que levantou suspeitas de que o próprio agressor teria intenção de prejudicar o Boca. Napolitano e outras dez pessoas envolvidas no ataque estão sendo investigadas pela polícia argentina.

A agressão aconteceu na volta para o segundo tempo da partida válida pelas oitavas de final, que estava empatada em 0 a 0. Atingidos pelo gás tóxico, alguns jogadores do River sofreram queimaduras de primeiro grau e não puderam seguir jogando. Após mais de uma hora de confusão, o árbitro cancelou a partida e, no dia seguinte, a Conmebol anunciou a eliminação do Boca Juniors.

No sábado, a entidade que regula o futebol sul-americano anunciou a punição completa do Boca Juniors: além da exclusão desta edição, o clube terá de jogar quatro jogos em casa com portões fechados e outros quatro como visitante sem sua torcida. O Boca entrou com recurso nesta segunda-feira, mas a partida entre River e Cruzeiro, nesta quinta-feira, em Buenos Aires, está mantida.


(da redação)