Finais NBA 2017: o 1º capítulo da trilogia Cavaliers x Warriors

Com craques como LeBron James, Stephen Curry, Kyrie Irving, Kevin Durant e Klay Thompson em destaque, equipes decidem o título pelo 3º ano consecutivo

O jogo entre Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors já se tornou um clássico do esporte mundial. Pelo terceiro ano consecutivo, a NBA será decidida pelas equipes dos atros LeBron James e Stephen Curry, em um tira-teima repleto de atrativos que promete parar os Estados Unidos. O Golden State levou a melhor em 2015 e deixou o bicampeonato escapar no ano passado, com uma virada espetacular do Cleveland, campeão pela primeira vez. O primeiro jogo da série melhor de 7 acontece nesta quinta-feira, às 22h (de Brasília), em Oakland, Califórnia, a casa dos Warriors.

O Golden State Warriors, que nesta temporada ganhou o excepcional reforço de Kevin Durant, fez a melhor campanha na temporada regular: 67 vitórias e 15 derrotas na Conferência Oeste e por decidirá um eventual jogo 7 em casa. O time ainda “varreu” Portland Trail Blazers, Utah Jazz e San Antonio Spurs nos playoffs, com vitórias por 4 a 0.  Cleveland teve desempenho bem pior: foi o segundo da Leste, atrás do Boston Celtics, com 51 vitórias e 31 derrotas. Nos playoffs, o time cresceu: fez 4 a 0 no Indiana Pacers, 4 a 0 no Toronto Raptors e 4 a 1 no Boston Celtics.

A excepcional fase de Durant e dos “coadjuvantes de luxo” Draymond Green e Klay Thompson também anima os Warriors, mas LeBron James, Kyrie Irving, Kevin Love e companhia confiam no bicampeonato. “Será um desafio muito grande, eles são uma equipe de alta intensidade. Vai ser difícil mentalmente não só para mim, mas para o time e para a franquia, mas estou confiante sobre nossas chances”, disse LeBron James.

O ala de 32 anos disputará sua sétima final consecutiva da NBA (pelo Miami Heat, foi campeão em 2012 e 2013 e vice em 2011 e 2014). Recentemente, LeBron bateu o recorde de pontos em playoffs que pertencia a Michael Jordan – tem agora 5.995 pontos. Nos playoffs, LeBron só teve média de pontos menor que Russel Westbrook, do Oklahoma City Thunder (37.4 a 32.5). O terceiro da lista foi Stephen Curry, que retomou a boa fase e teve média de 28.6 pontos.