Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Torcedores croatas teriam chamado Balotelli de macaco e jogado banana

Uma banana foi retirada por um funcionário do estádio próximo da arquibancada destinada aos torcedores croatas, de onde foram ouvidos gritos de macaco contra o atacante italiano Mario Balotelli durante o jogo Itália-Croácia (1-1), na quinta-feira em Poznán, constatou um fotógrafo da AFP.

O fotógrafo estava posicionado na parte do estádio onde estavam os torcedores croatas nesse confronto da segunda rodada do grupo C da Eurocopa-2012 e ouviu “gritos de macaco” contra Balotelli em várias fases da partida. O jogador é filho de pais ganeses.

Ele também viu um funcionário retirar uma banana que havia sido jogada em direção ao gramado.

Um porta-voz da Federação Italiana consultado pela AFP afirmou que nenhum integrante da seleção se queixou de cantos racistas ou do lançamento de uma banana para o campo.

Por outro lado, a Federação Italiana ressaltou a sua condenação às vaias da torcida croata durante a execução do hino nacional da Itália.

Nesta sexta-feira, a União Europeia de Futebol (Uefa) indicou que vai esperar pelo relatório da partida antes de tomar uma decisão.

Os torcedores croatas jogaram também sinalizadores durante o confronto, como havia ocorrido no jogo contra a Irlanda no domingo passado (vitória 3-1), o que motivou a abertura de um procedimento disciplinar da Uefa.

A Uefa também segue investigando dois possíveis casos de racismo que teriam ocorrido anteriormente, contra Balotelli na primeira partida contra a Espanha (1-1) e contra Gebre Selassie, jogador da República Tcheca de origem etíope, no confronto em que os tchecos foram derrotados pela Rússia (4-1).