Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite deixa lugar de Julio Cesar em aberto e elogia Danilo Fernandes

Diferentemente do ano passado, quando sentenciou que Julio Cesar era seu goleiro, Tite deixou a titularidade do camisa 1 em aberto depois das falhas cometidas na derrota para a Ponte Preta. Na manhã desta terça-feira, depois da reapresentação do elenco, o treinador corintiano disse que vai esperar até a próxima semana para definir o arqueiro que enfrenta o Emelec, em 2 de maio, no Equador.

‘Estamos iniciando o trabalho e só vamos falar do jogo mais para frente, quando tiver trabalho tático específico. Agora é hora de lamber a ferida e botar ponto final na saída do Paulistão. O mais importante é ir para campo trabalhar’, disse o comandante, admitindo que está sempre ‘avaliando o momento’ do elenco. ‘Aprendi a ganhar tempo. Deixa o trabalho se mostrar no dia a dia. O corpo do atleta fala, as ações dele falam’.

As opções para substituir Julio Cesar são Danilo Fernandes, também prata da casa, e Cássio, contratado nesta temporada. O primeiro, por ser revelado nas divisões de base e ter tido mais experiências com a camisa alvinegra, é o principal candidato a atuar caso o titular seja sacado. No ano passado, ele teve boas atuações contra Santos e Atlético-PR, em partidas fora de casa.

‘São três grandes goleiros. O Danilo entrou em momento difícil no ano passado (quando Julio estava machucado e Renan, hoje emprestado para o Vitória, cometeu seguidas falhas ao assumir a meta). Ouvi muitos dizerem que ele não tinha maturidade, mas ele jogou muito. Está preparado, é identificado com o clube e tem experiência de jogos decisivos’, elogiou Tite, ressaltando em seguida que Cássio chegou ao clube acima do peso ideal, porém já vem trabalhando bem.

Para justificar uma eventual troca na posição, ele foi buscar exemplo do início do ano passado, lembrando que tirou da equipe o lateral esquerdo Roberto Carlos, pentacampeão do mundo. Outros jogadores, como o zagueiro Chicão, o meia Alex e os atacantes Willian, Jorge Henrique e Emerson também foram citados. Apesar de também entender que Julio falhou diante da Ponte Preta, o treinador negou que os erros do prata da casa se sobreponham ao seu passado.

Julio Cesar falhou no primeiro e no terceiro gols da equipe campineira, no domingo. Ainda no Pacaembu, o preparador de goleiro Mauri Lima depositou confiança na volta por cima de seu atleta, criticado por boa parte da torcida alvinegra. Os dois trabalharam juntos na manhã desta terça-feira, em um campo distante da imprensa, enquanto os demais arqueiros do grupo participaram de atividade com bola ao lado dos jogadores reservas e os que atuaram poucos minutos.