Tévez e Agüero dão esperança ao City, que goleia e fica a 2 pontos do United

Londres, 14 abr (EFE).- Liderado por uma dupla argentina inspirada, o Manchester City goleou o Norwich fora de casa por 6 a 1 neste sábado, chegou aos 77 pontos no Campeonato Inglês e voltou a ficar a apenas dois do líder da tabela, o Manchester United, que agora se vê obrigado a derrotar o Aston Villa neste domingo.

O atacante Carlos Tévez, que fez sua segunda partida como titular desde setembro do ano passado, quando havia sido afastado do elenco, marcou três gols e foi o grande nome da partida. Seu compatriota e companheiro de ataque Sergio Agüero, com duas bolas na rede, também se destacou.

Tévez abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo, com um chute de fora da área que acertou o ângulo. Nove minutos depois, ele tabelou com Agüero e o colocou na cara do gol com um passe de calcanhar. O genro de Maradona não desperdiçou a chance e fez 2 a 0.

Surman, com um gol logo aos seis minutos da etapa final, diminuiu para os donos da casa. A reação poderia até ter acontecido, mas Tévez fez mais um, agora de cabeça, e tranquilizou time e torcida, aos 27 minutos. Pouco depois, aos 29, Agüero aumentou a goleada.

Aos 34 minutos, com um belo drible no goleiro, Tévez fez o quinto. O sexto, o único que não foi marcado pelos argentinos, foi obra de Adam Johnson, que já nos acréscimos aproveitou uma deixada do ex-jogador do Atlético de Madri e anotou: 6 a 1.

Os outros jogos do dia pelo Inglês foram ruins para times que brigam contra o rebaixamento. O lanterna Wolverhampton empatou sem gols com o Sunderland fora de casa e já está a oito pontos do Wigan, primeiro time fora da degola.

Penúltimo colocado, a três pontos do Wigan, o Blackburn perdeu por 3 a 0 para o ‘caçula’ da primeira divisão Swansea, enquanto o Queens Park Rangers perdeu por 1 a 0 para o West Bromwich e, apesar de estar fora das três últimas posições, já fez um ou até dois jogos a maior parte dos concorrentes.

Na Copa da Inglaterra, o Liverpool, que já foi campeão da Copa da Liga, bateu o Everton por 2 a 1 de virada no estádio de Wembley e se tornou o primeiro finalista.

O triunfo aconteceu de virada, já que Jelavic foi quem abriu o placar, a favor dor Everton, depois que Carragher e Agger se desentenderam e não afastaram o perigo, aos 24 minutos do primeiro tempo.

Na segunda etapa, Distain retribuiu o presente da zaga dos ‘Reds’ e entregou nos pés de Luis Suárez, que não vacilou e iniciou a reação, aos 17 minutos. Pouco antes do apito final, aos 42, Andy Carrol subiu mais que a zaga e, de cabeça, fez 2 a 1 para o time do técnico Kenny Dalglish. EFE