Técnico Jordi Ribera volta à seleção de handebol

Por AE

Santo André – Sem vaga nos Jogos Olímpicos de Londres, a seleção brasileira masculina de handebol anunciou o nome do seu novo treinador nesta sexta-feira. Trata-se do espanhol Jordi Ribera, que fará seu retorno ao time no lugar do compatriota Javier Garcia Cuesta. Ele deixou a equipe recentemente após falhar na busca pela vaga olímpica.

“Quando ele esteve aqui, fez um trabalho excepcional e extremamente competente. Pesou o fato de ele já ter um conhecimento amplo do handebol no País, além de sua capacidade incontestável como treinador”, afirmou Manoel Luiz Oliveira, presidente da Confederação Brasileira de Handebol, ao justificar a escolha do treinador. “Estamos muito felizes por ele ter aceitado esse novo desafio”.

De volta à seleção, Ribera terá como principal missão preparar o grupo para a Olimpíada do Rio, em 2016. O espanhol reassumirá a seleção fortalecido pelo bom desempenho no passado, quando levou à equipe aos Jogos de Pequim, em 2008, e deu atenção às categorias de base.

“Gostaria de retomar esse trabalho da mesma maneira. Conseguimos muitos frutos, muitos nomes que, hoje, integram a seleção”, afirmou Ribera. “É um projeto muito importante e um terreno que conheço muito bem. Apesar de estar fora há quatro anos, ainda há muitos atletas com quem eu já trabalhei anteriormente”.

A primeira tarefa de Ribera será convocar a seleção para a disputa do Pan-Americano de Seleções, entre 18 e 25 de junho, em Buenos Aires, na Argentina. O treinador desembarcará no Brasil no dia 1º de junho.