Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Técnico do Chile diz que Brasil teve medo de perder

Jorge Sampaoli relembrou os momentos de drama vividos no Mineirão

A eliminação contra o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo ainda é o principal assunto no Chile. Nesta terça-feira, Jorge Sampaoli, o argentino que dirige a seleção chilena falou sobre a decepção de chegar tão perto de fazer história no Mineirão. Sampaoli lamentou a derrota nos pênaltis e disse que sua equipe amedrontou a seleção pentacampeã nos minutos finais. “Os brasileiros tiveram medo. No segundo tempo, eles já não batiam laterais, na prorrogação deixaram o tempo passar. Estavam bastante confusos”, afirmou, em entrevista ao diário argentino Olé.

Leia também:

Siga no Instagram: uma seleção de fotos exclusivas em @vejanoinsta

Atacante chileno tatua bola na trave que quase eliminou Brasil

‘Não me conformo de ter saído assim’, diz técnico do Chile

Chileno agredido chama Rodrigo Paiva de “delinquente” ​

Fifa suspende assessor da CBF por agressão a chileno

Sampaoli citou a tensão dos jogadores brasileiros e relembrou a jogada que poderia ter mudado o rumo da história. “Chegou um momento em que pressionamos mais, além da pressão externa que eles sofriam. O Brasil tem grandes jogadores e tem a obrigação de ser campeão do mundo. Tivemos a chance na jogada final, quando Pinilla acertou o travessão. Ficou a dor pela derrota.”

Mas apesar da eliminação, a seleção chilena foi recebida com festa no retorno a Santiago. Centenas de torcedores se reuniram em frente ao Palácio da Moeda para saudar os atletas, que foram recebidos com honras pela presidente chilena Michelle Bachelet. “O povo chileno precisava nos ver assim, como fizemos contra Espanha e Austrália. Fomos protagonistas e todos ficaram felizes”, complementou Sampaoli.