Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Técnico da Argentina confia em Messi: ‘Não me preocupa’

Alejandro Sabella garante que a má fase do craque se restringe ao Barcelona

“Quando estive na Europa para observá-lo, vi Messi bem. Acontece que, quando um time como o Barcelona perde, as pessoas ficam de mau humor”

Alejandro Sabella, técnico da seleção da Argentina, não está preocupado com as críticas e dúvidas que cercam o atual momento de Lionel Messi. A imprensa argentina tem dado grande destaque à discussão sobre os problemas do atacante na última temporada pelo Barcelona. Para o treinador da equipe nacional, porém, o jogador segue sendo o mesmo de antes. “Eu não estou preocupado com Messi. Ele já teve situações difíceis antes, onde recebe a bola e tem uma barreira com oito jogadores na frente dele”, lembrou Sabella em entrevista ao jornal Olé, da Argentina, apontando a fortíssima marcação sobre o craque como justificativa para o rendimento pior que o esperado.

Leia também:

Com Messi, Argentina inicia preparação para a Copa

Daniel Alves diz que sonha com final Brasil x Argentina

Argentina vem com Messi, Agüero, Di María e Higuaín

Para Sabella, Messi não teve uma má temporada, opinando que a fase ruim da equipe catalã ajudou a criar uma imagem de mau desempenho do craque. “Quando estive na Europa para observá-lo, vi Messi bem. Acontece que, quando um time como o Barcelona perde, as pessoas ficam de mau humor. Não são coisas que um jogador do clube está acostumado, mas são situações que ajudam no crescimento dele”, afirmou. Sobre as especulações em relação à hipótese de Messi ter se poupado para a Copa do Mundo, Sabella disse não acreditar nessa possibilidade.

“Ele não estava se cuidando, não”, rebateu o técnico. “Ele jogou Liga dos Campeões e duelos decisivos do Campeonato Espanhol. Ele é um grande profissional.” Honrado com a chance de ter um dos melhores jogadores da história no seu elenco, Sabella recordou-se de quando dividiu o mesmo gramado com Diego Maradona. “O dia que treinei com Maradona, fiquei deprimido. Sentia que não sabia nada sobre jogar bola. Aqui todos tem o sentimento de que Messi é o melhor, e sabem que devem fazê-lo sentir-se bem”, sentenciou.

(Com agência Gazeta Press)