Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sete nadadores russos são excluídos da Rio-2016

Atletas estão envolvidos no escândalo de doping que já baniu o atletismo russo dos Jogos do Brasil. Entre os punidos estão três medalhistas olímpicos

Sete nadadores russos foram excluídos dos da Olimpíada do Rio de Janeiro nesta segunda-feira pela Federação Internacional de Natação (Fina) por descumprirem os critérios exigidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em relação ao controle antidoping. Dentre os punidos, estão três medalhistas de Londres-2012: Vladimir Morozov, Yulia Efimova e Nikita Lobintsev.

A Fina é a primeira federação internacional a excluir atletas russos seguindo os critérios do COI, que neste domingo decidiu não banir a Rússia da Rio-2016 – com exceção da equipe de atletismo – e encarregou as respectivas federações interacionais de investigar e vetar os atletas envolvidos nos escândalo de doping na Rússia.

Leia também:
Putin não irá ao Rio para abertura da Olimpíada
Isinbayeva recorrerá ao Tribunal dos Direitos Humanos
Isinbayeva detona ‘funeral’ do atletismo: ‘Puramente político’

Morozov, especialista do nado livre e costas, três vezes campeão do mundo em piscina curta, conquistou a medalha de bronze no revezamento 4×100 m em Londres, ao lado de Lobintsev, que também foi prata em Pequim-2008 nos 4×200 m. Já Efimova, quatro vezes campeão do mundo, foi medalhista de bronze em Londres nos 200 m peito.

Além de Efimova, Mikhail Dovgalyuk, Natalia Lovtcova e Anastasia Krapinvia foram excluídas da lista inicial de 387 atletas convocados pelo Comitê Olímpico russo (ROC) por terem sido previamente punidas por doping.

Já Morozov, Lobintsev e Daria Ustinova foram declarados não elegíveis devido à aparição de seus nomes no “relatório McLaren”, encomendado pela Agência Mundial Antidoping (Wada), que desvendou o escândalo e a participação do governo russo no esquema.

Até o momento 74 atletas russos – 67 deles do atletismo, incluindo a estrela do salto com vara Yelena Isinbayeva – foram excluídos dos Jogos do Brasil, que acontecem entre 5 e 21 de agosto.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Meireles

    Esses caras destruíram carreiras promissoras de outros competidores, eles vão devolver as medalhas aos seus legítimos donos?

    Curtir

  2. Carlos Meireles

    Os canalhas dos esporte, nunca foram limpos!

    Curtir