Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Seria ‘um crime’ negociar Thiago Silva, diz Cassano

Por AE

Cracóvia – A notícia de que o Milan estaria negociando o zagueiro Thiago Silva com o Paris Saint-Germain surpreendeu os jogadores da equipe italiana. Por mais que nenhuma confirmação tenha sido dada até o momento, o atacante Cassano repudiou a possibilidade e disse que seria “um crime” se o clube realmente vendesse o brasileiro.

“Deixar o Thiago ir é duro, duro, duro. É impossível substituir, independentemente das cifras. É o melhor zagueiro do mundo”, declarou. “Thiago é 50% de nossa equipe. Logo, cada um pode fazer suas próprias escolhas. O Milan pode querer muito dinheiro, eu, como ignorante, digo que se dependesse de mim não o venderia nunca, mas é preciso ser claro com os objetivos”, comentou.

A imprensa europeia dá como certa a venda de Thiago Silva para o Paris Saint-Germain, que desembolsaria 40 milhões de euros (pouco mais de R$ 100 milhões) ao Milan, mais 10 milhões de euros (cerca de R$ 25 milhões) em bônus.

A possibilidade de uma debandada de jogadores irritou Cassano, que também não descartou deixar o clube se não tiver elenco para brigar por títulos. “Estou jogando a Eurocopa neste momento, então, após isto, vou pensar se permaneço ou saio do Milan”, afirmou.

Cassano chegou ao Milan na temporada 2010/2011, depois de se desentender com o presidente da Sampdoria, onde atuava. Atualmente, está com a seleção italiana na disputa da Eurocopa, que está acontecendo na Ucrânia e na Polônia.