Serena exalta Murray por combate ao sexismo no esporte

Nesta semana, tenista britânico defendeu as mulheres em entrevista coletiva em Wimbledon. "É por isso que amamos Andy", disse Serena

Em entrevista à rede americana ESPN, a tenista Serena Williams falou de sua gravidez e também do papel do britânico Andy Murray em defesa às mulheres tenistas. Nesta semana, após ser eliminado pelo americano Sam Querrey nas quartas de final de Wimbledon, Murray voltou a combater o preconceito contra as mulheres com uma simples “correção” a um jornalista. O gesto foi reverenciado por Serena.

A reação de Murray fez com que Serena Williams, grávida de sete meses, elogiasse o britânico por sua correção, lembrando do sucesso das irmãs Williams (Venus e Serena) no esporte. “Não acho que exista alguma atleta que não apoie totalmente Andy Murray. Ele falou publicamente sobre a questão das mulheres e seus direitos desde sempre. Ele é e por isso nós o amamos”, afirmou a americana. ”

“Ele tem uma mãe maravilhosa que sempre foi uma figura importante em sua vida e ele fez muito por nós. Nós amamos Andy Murray”, completou a atleta americana, recordista de títulos de Grand Slam (23). Serena Williams já foi diversas vítima de preconceito por ser negra e mulher e, assim como Murray, é um dos símbolos do combate ao preconceito no esporte. Ela está grávida de sete meses e revelou à ESPN que não quis descobrir o gênero do bebê. “Todos dizem que é uma surpresa ótima de se ter.”

“Male player” – Na quarta-feira, Andy Murray interrompeu um repórter que levantou uma questão sem especificar que estava falando de tenistas homens. “Andy, Sam é o primeiro tenista dos EUA (em inglês, player é um substantivo semelhante ao sobrecomum na gramática da língua portuguesa, ou seja, não há definição de gênero) a alcançar uma semifinal de Grand Slam desde 2009″, disse o repórter, quando foi corrigido pelo jogador: “tenista homem”.

O repórter, sem compreender, pediu para que o número 1 do mundo repetisse o questionamento e por fim, desconcertado, deu risadas e tentou amenizar a tensão. Porém, o britânico não mudou o semblante fechado diante do episódio. Ao longo de sua carreira, Murray deu diversas demonstrações de apoio às mulheres.