Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem Neymar e Ganso, Mano aposta em Lucas e Oscar contra a Dinamarca

Rio de Janeiro, 25 mai (EFE).- Sem poder contar com a dupla Neymar e Ganso, o técnico Mano Menezes aposta em um inédito quarteto ofensivo para o primeiro da série de quatro amistosos que a seleção brasileira fará nos próximos dias.

Neste sábado (às 10h30 de Brasília), contra a Dinamarca, em Hamburgo (Alemanha), o Brasil terá Lucas e Oscar no meio, e Hulk e Leandro Damião no ataque. Os dois primeiros são velhos conhecidos da seleção sub-20, e é no entrosamento deles que Mano deposita a esperança de criação das principais jogadas ofensivas da equipe.

Já o atacante do Porto, que está em boa fase técnica e física, ganhou a concorrência com o novato Wellington Nem pela vaga na frente ao lado de Damião. Já Alexandre Pato será poupado para os próximos jogos – contra Estados Unidos, México e Argentina – por ainda não estar recuperado de uma lesão.

Outro que ficará de fora apenas deste primeiro amistoso é Neymar, por ter atuado ontem pelo Santos contra o Vélez Sarsfield pela Taça Libertadores. O meia Ganso, que também jogou ontem, mas no sacrifício, foi submetido nesta sexta-feira a uma artroscopia no joelho direito e ficará um mês longe dos gramados, perdendo as quatro partidas. O jogador, no entanto, deve se recuperar a tempo de estar pronto para os Jogos Olímpicos.

De acordo com o único treino realizado pela seleção para o duelo com a Dinamarca, o titular no gol amanhã será Jefferson, do Botafogo. Na defesa, Thiago Silva fará dupla com o jovem Juan, da Inter de Milão, convocado pela primeira vez para a seleção principal. Os laterais serão Danilo – que substituiu o cortado Daniel Alves – e Marcelo. Como volantes, Mano escalou Rômulo, do Vasco, e Sandro, do Tottenham.

Já a Dinamarca jogará praticamente em casa – apoiada por 35 mil torcedores que compraram ingresso e passagem para a partida na Alemanha – e com o time titular que vai participar da Eurocopa. O time faz parte do grupo mais difícil da Euro, o B, também integrado por Alemanha, Holanda e Portugal.

O técnico Morten Olsen avisou que vai montar uma formação ofensiva contra o Brasil, um 4-3-3 comandado por Nicklas Bendtner, ex-Arsenal e destaque do Sunderland.

Brasil e Dinamarca se enfrentaram apenas duas vezes até hoje em partidas oficiais. Os europeus venceram um amistoso em 1989 por 4 a 0, e os brasileiros venceram por 3 a 2 nas quartas de final da Copa do Mundo de 1998.

Prováveis escalações:.

Dinamarca: Sorensen; Wass, Kjaer, Agger e Simon Poulsen; Christian Poulsen, Zimling e Eriksen; Schöne, Bendtner e Kahlenberg. Técnico: Morten Olsen.

Brasil: Jefferson; Danilo, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro, Rômulo, Lucas e Oscar; Hulk e Leandro Damião. Técnico: Mano Menezes.

Árbitro: Felix Brych, da Alemanha. EFE