Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo explora falhas do Vasco e goleia por 4 a 0

Equipe paulista afundou ainda mais o adversário e se aproximou do G4 do Brasileiro

O campo neutro e a péssima fase do adversário ajudaram nesta quarta-feira o São Paulo a voltar a vencer no Campeonato Brasileiro depois de quatro rodadas. O time soube explorar as falhas do Vasco, fez 4 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 12.ª rodada, e voltou a encostar no G4 – tem 21 pontos, em quinto lugar.

A partida foi realizada em condições bem favoráveis à equipe do Morumbi. No Mané Garrincha, as torcidas dividiam os assentos em igualdade, ambiente bem diferente do que seria em um jogo em São Januário, no Rio. A boa vantagem e os belos gols só não podem maquiar momentos de pane na defesa. Não fosse a má pontaria de Riascos e algumas defesas de Rogério Ceni, o placar seria mais apertado e talvez até mais fiel à partida.

LEIA TAMBÉM:

Atlético-MG acaba com invencibilidade do Sport e vira líder

Guerrero decide na estreia e Flamengo vence o Internacional

O jogo – Quando a partida começou, o São Paulo tratou de resolver logo o jejum de vitórias. O time paulista se aproveitou da bagunça tática do Vasco para fazer dois gols em cinco minutos -aos 12 e aos 17. Alexandre Pato, Centurión e Michel Bastos trocavam de posição e se desmarcavam com facilidade. No primeiro gol, o lance saiu da direita e Pato aproveitou uma sobra para fuzilar de dentro da área. Depois, já na esquerda, o atacante cruzou para Michel concluir de cabeça.

O Vasco até tentou reagir: o esquema com três volantes não funcionou e então o técnico Celso Roth colocou mais um meia ainda no primeiro tempo. Adiantou a equipe e apertou a saída de bola do São Paulo. As alterações, porém, não resultaram em gol para os cariocas e no segundo tempo o time paulista ampliou. Centurión fez boa jogada e no rebote do goleiro, Wesley marcou o primeiro gol dele pelo clube aos três minutos.

A vantagem acomodou o São Paulo. A defesa, então, cometeu uma gafe atrás da outra e teve a sorte da bola cair sempre nos pés de Riascos. O colombiano perdeu chances incríveis e foi substituído. Para selar a goleada, a equipe tricolor fez mais um no final: Centunrión chutou e Boschilia, meio sem querer, marcou no rebote.

(Com Estadão Conteúdo)