San Antonio bate Miami Heat e faz 2 a 1 nas finais da NBA

Spurs começaram avassaladores e anotaram 71 pontos somente nos primeiros dois quartos do jogo, com aproveitamento nos arremessos superior a 75%

O San Antonio Spurs, do pivô brasileiro Tiago Splitter, se recuperou nesta terça-feira da derrota sofrida em casa no domingo passado e derrotou por 111 a 92 o Miami Heat fora de casa, em plena American Airlines Arena. O resultado colocou a equipe texana em vantagem sobre a do do astro LeBron James na sére de melhor de sete das finais da NBA, com duas vitórias contra uma dos rivais da Flórida.

Tiago Splitter começou a partida no banco pela primeira vez nestas finais – o francês Boris Diaw foi escalado em seu lugar -e esteve em ação por cerca de 16 minutos, anotando seis pontos e quatro rebotes.

Depois da derrota na última partida, os Spurs começaram avassaladores e não se importaram com os 20.000 torcedores que lotaram a arena de Miami para incentivar os atuais bicampeões da NBA. O time de San Antonio anotou 71 pontos nos primeiros dois quartos, com aproveitamento superior a 75% nos arremessos, e abriu 21 pontos de vantagem (71 a 50) antes do intervalo.

Destaques – O ala Kawhi Leonard foi o principal nome do time texano e atingiu sua melhor marca como profissional com 29 pontos, 18 deles no primeiro tempo, além de quatro rebotes, duas assistências, duas roubadas de bola e dois tocos.

Além de Leonard, outros quatro jogadores também tiveram números de dois dígitos: o armador francês Tony Parker e o ala-armador Danny Green anotaram 15 tentos, enquanto o veterano ala-pivô Tim Duncan anotou 14 e o ala-armador argentino Manu Ginóbili chegou aos 11.

Já o Heat falhou no controle da bola e acabou sofrendo 20 turnovers que deram 23 pontos aos Spurs. O ala LeBron James, herói da segunda partida com 35 pontos, desta vez anotou apenas 22, a mesma marca do ala-armador Dwyane Wade.

Rashard Lewis chegou aos 14 pontos, 12 deles em cestas de três, enquanto o veterano Ray Allen forneceu 11 tentos e completou a lista de jogadores do Heat com números de dois dígitos.

Marca- O jogo ficou praticamente decidido no primeiro tempo, quando os Spurs chegaram aos 71 pontos – os 75,8% de aproveitamento nos arremessos de quadra, superaram a marca do Orlando Magic nas finais de 2009 contra o Los Angeles Lakers.

O Heat tentou uma reação no início do terceiro período com uma sequência de seis pontos consecutivos, mas não conseguiu reverter a enorme vantagem conseguida pelos Spurs antes do intervalo e perdeu pela primeira vez em casa nos playoffs deste ano. O quarto jogo das finais será disputado na próxima quinta-feira, novamente na American Airlines Arena, em Miami.

(Com agência EFE)