Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ronaldinho descarta aposentadoria e não diz onde vai jogar

Ele disse que está descansando enquanto o irmão-empresário decide futuro

O meia Ronaldinho Gaúcho fez a sua despedida oficial do Atlético-MG nesta quarta-feira, em entrevista em Belo Horizonte, descartou aposentadoria mas não revelou onde vai jogar. Aos 34 anos, Ronaldinho contou que o telefone do irmão e empresário, Roberto Assis, “está tocando bastante” – ele teria propostas de times dos Estados Unidos e do mundo árabe. “É meu objetivo continuar. Deixei meu irmão pensando e eu descontraindo. A partir da semana que vem, conversaremos sobre o futuro. Nem conversamos a respeito ainda.”

Leia também:

Ronaldinho Gaúcho rescinde contrato com o Atlético-MG

Atlético-MG vira jogo na prorrogação e vence a Recopa

Contratado após uma saída conturbada do Flamengo em 2012, Ronaldinho Gaúcho conquistou no Atlético o inédito título da Libertadores, no ano passado, além de um Campeonato Mineiro e a Recopa Sul-Americana – a final deste torneio foi seu último jogo com a camisa atleticana, quarta-feira passada, diante do Lanús, no Mineirão, quando se sagrou campeão. “Queria sair daqui vitorioso. Foi o que sempre quis quando vim. Falei com o presidente que ia entrar para a história desse clube.”

Leia também:

Leia também: As apostas de Dunga, nem sempre vencedoras, na seleção

Ronaldinho chegou ao Atlético-MG em junho de 2012 e rapidamente conquistou a torcida. Mas nos últimos compromissos não teve atuação de destaque e o técnico Levir Culpi o substituiu. “Não tive problema nenhum com Levir Culpi. Não tive tempo de conhecer. É um grande treinador, já provou isso. Desejo toda sorte do mundo. Eu saio de cabeça erguida, como um jogador vitorioso.”

Ao se despedir, Ronaldinho Gaúcho admitiu frustração por não ter conquistado o Campeonato Brasileiro e o Mundial de Clubes. “Posso morar em qualquer lugar do mundo, mas aqui será minha segunda casa. Para essa criançada, para a torcida do Galo, não é um adeus. Vou continuar vindo aqui, visitando meus amigos. Estou deixando muita gente aqui. A torcida do Galo é eterna e vou com eles até um fim. É um até breve.”

(Com Estadão Conteúdo)