Roland Garros: Wawrinka vence Murray e vai à final

Batalha na semifinal durou mais de quatro horas. Em busca do bicampeonato, suíço aguarda o vencedor de Nadal e Thiem

O suíço Stan Wawrinka confirmou seu bom momento em Roland Garros e derrubou o escocês Andy Murray, atual número 1 do mundo, na semifinal, em 4h34min de partida. Para chegar à decisão do Grand Slam de Paris, nesta sexta-feira, o 3º do ranking precisou superar o excesso de erros e as oscilações, e fechou o jogo por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (6/8), 6/3, 5/7, 7/6 (7/3) e 6/1.

Wawrinka, assim, obteve sua revanche, já que, no ano passado, foi eliminado pelo mesmo Murray na semifinal. O suíço, que até então não havia perdido sets na competição, exibiu postura agressiva em quadra, apostando em bolas vencedoras. Deu certo: foram 87 contra 36 do adversário. Mas a estratégia quase foi derrubada pelos erros não forçados. Ele anotou nada menos que 77, diante de 36 do líder do ranking.

Com o resultado, o suíço de 32 anos vai disputar sua quarta final de Grand Slam na carreira. Nas três anteriores, foi campeão, uma delas justamente em Roland Garros, há dois anos. Também venceu no Aberto da Austrália e no US Open. Seu adversário na final de domingo sairá ainda nesta sexta do confronto entre o espanhol Rafael Nadal, maior favorito ao título, e o austríaco Dominic Thiem.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Esorso Elizabeth

    Pena, queria Murray na final, mas Nadal não vai dar passagem para Wawrinka.

    Curtir