Rogério Ceni ironiza Tite e Rodrigo Caio sobre fair play

"Talvez eles sejam pessoas melhores do que eu", disse o treinador do São Paulo, confirmando que desaprovou o gesto de seu zagueiro diante do Corinthians

O gesto de fair play do zagueiro Rodrigo Caio, do São Paulo, em lance com Jô, do Corinthians, segue dando o que falar no Morumbi. Nesta segunda-feira, logo após a vitória por 2 a 0 do São Paulo sobre o Avaí, o técnico Rogério Ceni participou do programa Bem, Amigos, do SporTV ao lado de Rodrigo Caio e admitiu que reprovou o gesto de fair play no dia do jogo, em 16 de abril. E ainda alfinetou o treinador da seleção brasileira, Tite.

“A minha posição não é tomada à frente das câmeras, depois de analisar todas as situações. Não faço isso no ar-condicionado, mas no calor do jogo. E discordo do Rodrigo Caio. O Jô o empurrou e poderia ter sido punido com o cartão amarelo”, disse, antes de ironizar Tite, que elogiou publicamente Rodrigo Caio pelo gesto. “Talvez o Rodrigo e o Tite sejam pessoas melhores do que eu.”

Veja também

A referência a Tite se deu em função da última convocação da seleção brasileira, para os amistosos contra Argentina e Austrália. O ex-treinador do Corinthians justificou que a conduta de Rodrigo Caio no clássico também contribuiu para sua presença na lista. “Se eu fosse o treinador da seleção, eu chamaria o Rodrigo Caio pelo futebol que ele joga e não por isso. Se não, daqui a pouco, cada um que avisar sobre um cartão amarelo terá que ser convocado.” No fim, Ceni disse ter “carinho e admiração” tanto por Tite quanto por Rodrigo Caio.

 

Antes, o zagueiro também falou sobre o assunto e disse ter a consciência tranquila. “Fico feliz com as palavras do treinador da seleção. É sempre um orgulho muito grande ser elogiado por ele, um comandante que todos admiram. Mas aquilo faz parte do passado. Tive uma atitude de que não me arrependo, ao contrário. Foi algo normal para mim. Não pensava que daria essa repercussão toda.”

Rodrigo Caio disse que o episódio “não deixou nenhum mal-estar no grupo”, apesar da crítica direta do zagueiro Maicon, que no dia seguinte disse que “preferia ver a mãe do rival chorando”. “Cada pessoa tem uma opinião. Vivemos em um país assim, democrático. Bola para a frente. Cada um com a sua consciência. Quando fiz aquilo, a minha consciência ficou muito tranquila”, completou Rodrigo Caio.

(com Estadão Conteúdo)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Alberto Bolsoni

    Rogério Ceni é, realmente, um ser patético. Acredita piamente que foi o melhor jogador de futebol de todos os tempos. E que hoje é um seu humano acima de qualquer outro. Figuras assim, nunca terminam bem.

    Curtir

  2. antonio olympio costa e silva

    O” moço” se julga o dono da verdade! Do jeito que o São Paulo vai indo nâo sei não………

    Curtir

  3. Pacífico Guerra

    Uma só palavra pra definir o R. Ceni: ARROGANTE.

    Curtir

  4. Antonio Carlos de Lima Prado

    O Sr Rogerio Ceni deus amostras de sua idoneidade, de sua ética, querendo sempre levar vantagem sobre o outro, querendo vencer de qualquer jeito é por essas e outras que o Brasil se encontra cheio de canalhas. Faça o favor Sr Rogerio.

    Curtir

  5. Djalma Wilson Janini Franco

    O Rogério não precisa ironizar, basta ele lembrar o significado da palavra caráter.

    Curtir

  6. Levi Fernandes

    Qualquer pessoa é melhor que Rogério Ceni. Não tem nem o bom sendo em admitir a vantagem de contar que tem em seu grupo ao menos uma pessoa declaradamente honesta.

    Curtir

  7. Em outras palavras, “no calor do jogo pode não cabe honestidade”. Que lição para as crianças, hein?!?!
    Outra coisa Rogério Ceni, não tenha dúvidas: o Tite e o Rodrigo Caio são pessoas melhores do que você.

    Curtir