Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rio-2016: novo lote tem grande procura e ingressos de principais sessões se esgotam

Todos os bilhetes para a cerimônia de abertura, final dos 100 metros rasos do atletismo e finais da natação foram vendidos em poucas horas.

O lote extra de 500.000 ingressos para a Olimpíada do Rio de Janeiro, colocado à venda no site oficial da Rio-2016 às 10 horas (de Brasília) desta quinta-feira, atraiu grande procura e, logo nas primeiras horas, teve bilhetes esgotados para a cerimônia de abertura, final dos 100 metros rasos no atletismo e finais da natação. Até o início desta tarde, ainda havia entradas para alguns setores para a cerimônia de encerramento e a final do futebol, ambas no Maracanã.

Segundo o Comitê Rio-2016, as cerimônias de abertura e encerramento e a decisão do futebol masculino têm sido as sessões mais procuradas. O comitê informa, contudo, que é difícil garantir que alguma dessas sessões estejam de fato sem ingressos nas primeiras horas de venda, mesmo que a plataforma já não disponibilize bilhetes. “Às vezes a pessoa não consegue finalizar a compra por problemas no pagamento e o ingresso volta a ficar disponível”, explica o Rio-2016. Ao escolher um tíquete, o usuário tem 30 minutos para concluir a compra, que pode ser parcelada em até três vezes.

Leia também:

Rio-2016 anuncia cortes para não estourar o orçamento

Tocha olímpica passará por 250 cidades brasileiras

Com LeBron e sem Kobe, basquete dos EUA pré-convoca 30 para a Rio-2016

Nesta quinta foram colocados à venda uma carga extra de bilhetes para algumas das disputas mais procuradas. Na sexta-feira, serão vendidos novos bilhetes para vôlei de quadra e de praia, basquete, tênis, judô, ginástica artística, rítmica e de trampolim, ciclismo de pista, saltos ornamentais e nado sincronizado.

O Comitê Rio-2016 aconselha os torcedores a entrar no site de vendas já com as sessões de interesse definidas, pois “o comprador corre o risco de outra pessoa terminar o processo de compra antes dele e acabar ficando sem o ingresso.”

A carga extra vem da liberação dos ingressos de contingência. Parte dos 7,5 milhões de bilhetes havia ficado fora de comercialização nas primeiras etapas de venda devido à incerteza sobre o número exato de lugares nas instalações olímpicas. Há ainda as entradas destinadas aos outros países e que foram devolvidas.

Centro Nacional de Hipismo em Deodoro (RJ)

Centro Nacional de Hipismo em Deodoro (RJ) (VEJA)

Atraso – Também nesta quinta-feira, a Prefeitura do Rio de Janeiro rescindiu mais um contrato das instalações olímpicas devido a atraso nas obras. O cancelamento do acordo com a construtora Ibeg para reforma do Centro Nacional de Hipismo, em Deodoro, foi registrado no Diário Oficial do Município. A Prefeitura ainda cobrou uma multa de 10,16 milhões de reais à empresa.98

A prefeitura, porém, ainda não revelou quais serão os próximos passos para que a obra esteja concluída a tempo dos Jogos. A Ibeg é a líder do consórcio das empresas – as outras são a Tangran e a Damiani – que compunham o consórcio de construção do Centro Olímpico de Tênis, no Parque Olímpico, outro acordo rompido na semana passada por motivações semelhantes.

Diante disso, a empresa abriu ação contra o município devido ao rompimento de contrato da construção do Centro de Tênis e deve fazer o mesmo em relação ao Centro de Hipismo. Em dificuldade financeira, a empresa demitiu funcionários que construíram a arena do tênis, em dezembro, e não pagou as rescisões, o que provocou protestos dos operários. A construtora alega que não recebeu todos os repasses da prefeitura – que, por sua vez, garante estar em dia.

(com Estadão Conteúdo)