Reintegrado ao Inter, Jô garante que ‘castigo’ serviu para reflexão

O atacante Jô está reintegrado ao elenco do Internacional. Quase 20 dias após ser punido por não ter se apresentado para viajar com a delegação colorada para a Bolívia, onde a equipe enfrentou o The Strongest pela Libertadores, o jogador trabalhou com o grupo normalmente na tarde desta terça-feira.

‘Já pedi desculpas a todos. Esse período serviu para refletir, pensar nas coisas que acontecem. Algumas atitudes que tomei têm mesmo que receber punição’, refletiu o atleta.

‘Quando você está dentro do castigo acaba refletindo mais. A cada treino que eu ia fazer não me sentia feliz’, emendou Jô, que passou este período treinando em separado do elenco no CT do Inter, em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

O motivo da falta de Jô à viagem para La Paz foi a falta de disciplina em seu comportamento extra-campo. Na véspera da viagem, o jogador promoveu uma festa em sua casa. No treino da manhã seguinte, deixou a atividade mais cedo, alegando indisposição.

Jô afirmou que ainda não conversou com o técnico Dorival Júnior depois da reintegração. Na Bolívia e em dias posteriores, o treinador colorado se disse decepcionado com a postura do atacante, que terá que recuperar o espaço perdido dentro do elenco do Inter.