Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Recém-operado, Tite se coloca como exemplo para elenco corintiano

O técnico Tite se submeteu à cirurgia para corrigir uma hérnia inguinal na noite de sábado. Na manhã de segunda-feira, já pisava de chinelos no gramado do CT Joaquim Grava para acompanhar um treinamento físico do Corinthians. Ele voltou ao campo nesta terça-feira e até entrevista coletiva concedeu.

‘O nosso mérito no ano passado foi trabalhar muito em equipe. Cada um pode dar um pouquinho mais de si. É um dos segredos do sucesso’, explicou Tite, sobre a sua determinação, querendo que o elenco siga esse exemplo.

Segundo o treinador, não é preciso falar muito para os jogadores do Corinthians também se empenharem. ‘Quando o Fabio [Mahseredjian, preparador físico] disse que eles poderiam fazer um treino mais forte se tivessem condições, houve resposta. De repente, o Adriano e o Alessandro deram um sinal positivo. O grupo tem consciência de que estamos em um momento importante’, garantiu.

O atacante Emerson e alguns dos seus companheiros, no entanto, já se mostraram avessos às atividades físicas mais desgastantes na pré-temporada. Para eles, Tite é uma inspiração. ‘O treinador estar aqui com a gente, logo depois de uma cirurgia, foi legal, uma atitude muito bacana e bonita. Ele não pode estar trabalhando em campo, mas fica presente’, elogiou o Sheik.

Tite ainda caminha com dificuldades, com dores, mas não gosta dos carrinhos de golfe que jogadores e membros da comissão técnica utilizam para se locomover no CT Joaquim Grava. ‘Não me sinto bem ali’, sorriu, lembrando do diagnóstico da hérnia inguinal.

‘Isso vinha desde o ano passado, mas, como estávamos vivendo situações importantes com o Corinthians, deixei quieto. Foi um pouco de irresponsabilidade minha. Agora, havia prometido ao meu filho que faria os exames. Tive que operar. Estou comendo nas mãos dos médicos’, concluiu o treinador corintiano.