Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Real Madrid é excluído da Copa do Rei por escalação irregular de jogador

Russo Denis Cheryshev acumulava suspensão de quando atuava pelo Villarreal, mas foi escalado e até marcou um gol diante do Cádiz

O Real Madrid foi oficialmente excluído da Copa do Rei por ter escalado de forma irregular o russo Denis Cheryshev na vitória por 3 a 1 diante do Cádiz, na última quarta-feira, pelo duelo de ida da segunda fase da competição nacional. A eliminação da equipe da capital espanhola foi anunciada nesta sexta por Francisco Rubio, juiz de competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

Cheryshev foi colocado em campo pelo técnico Rafa Benítez, mas não poderia ter atuado porque deveria cumprir suspensão de uma partida, ainda pela sequência de três cartões amarelos que recebeu atuando pelo Villarreal na edição passada da Copa do Rei. Clube e jogador, no entanto, ignoraram o fato e Cheryshev chegou a marcar um gol na vitória do Real Madrid em Cádiz.

Leia também:

‘Messi, Neymar e Suárez formam o melhor ataque da história’, diz técnico do Barça

Benzema se defende sobre chantagem: ‘Só quis ajudar’

Barcelona e Real Madrid, rivais históricos também na Bola de Ouro

A exclusão do Real Madrid da Copa do Rei já era vista como certa logo depois da partida. Um documento enviado pela RFEF aos clubes comprovava a impossibilidade de escalação do russo – que foi substituído pelo técnico Rafa Benítez no decorrer do confronto -, o que complicou ainda mais a situação do Real Madrid. O clube, porém, ainda poderá recorrer ao Comitê de Apelações da entidade que controla o futebol nacional para tentar reverter a decisão e assim seguir na competição.

Após ter conhecimento desta informação durante o jogo com o Real, a torcida do Cádiz começou a cantar que Cheryshev não poderia estar jogando. Rafa Benítez recebeu a notícia apenas no intervalo e, pouco depois, sacou o russo. Na última quinta-feira, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, disse que a pena de exclusão da Copa do Real não era aplicável ao clube porque Cheryshev não havia sido notificado pessoalmente sobre a suspensão.

No ano passado, por situação idêntica, o Osasuna foi excluído da Copa do Rei, ao escalar irregularmente o jogador Unaí Garcia. No Brasil, situação semelhante marcou o rebaixamento da Portuguesa em 2013: o time paulista escalou o meia Héverton, que estava suspenso, na última partida diante do Grêmio. O time foi punido com a perda de quatro pontos de acordo com as regras da competição e acabou tomando o lugar do Fluminense entre os rebaixados.


(com Estadão Conteúdo)