Rafael admite interesse europeu, mas destaca desejo de ficar no Santos

Titular do Santos, o goleiro Rafael, confirmou após o treino desta terça-feira, no CT Rei Pelé, o interesse de clubes europeus no seu futebol. Um dos jogadores mais valorizados com a conquista da Copa Libertadores da América, o camisa 1 do Peixe admitiu ter sido procurado por times do Velho Continente. E, apesar de não ter revelado nomes, o desejo da Roma, da Itália, em sua contratação já foi divulgado.

‘Chegou a proposta para mim, mas não oferecemos porque sabemos o quanto o Santos quer. Isso foi antes do título da Libertadores. Depois, vimos que o Santos não quer vender ninguém, pensando na disputa do Mundial (de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão). Agora, vamos ver. A situação não depende só de mim. Existe o interesse de fora do país e pode ser que chegue uma proposta essa semana’, contou Rafael.

Mesmo com a oportunidade de atuar no futebol italiano, que tem um dos campeonatos mais fortes do mundo, o arqueiro se mostrou firme quanto à vontade de permanecer no Alvinegro Praiano.

Revelado nas categorias de base do clube, Rafael apontou as dificuldades que enfrentou para chegar ao profissional e, depois, se firmar como o dono da posição como os pontos que mais o incentivam a continuar no Santos.

Demonstrando personalidade, o goleiro santista citou o palmeirense Marcos e o são-paulino Rogério Ceni como espelhos para se tornar um ídolo do Peixe. ‘O meu objetivo é ficar no Santos. A gente luta muito para chegar a titularidade em um time grande e, além disso, sabemos o quanto é complicado para um goleiro trocar de clube toda hora. Me inspiro no Marcos, que é meu ídolo e um cara que é admirado por todas as torcidas. Tem o Rogério Ceni no São Paulo, também. Quero fazer a minha história no Santos’, encerrou.

Rafael tem 21 anos de idade e seu vínculo com os alvinegros é válido até agosto de 2014. A multa rescisória do jogador está estipulada em 30 milhões de euros (R$ 66,3 milhões).