Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Psicóloga da seleção é chamada para acalmar os nervos

Regina Brandão voltou à Granja Comary para conversar com os atletas

A psicóloga da seleção brasileira, Regina Brandão, chegou na manhã desta terça-feira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde a equipe se concentra durante a disputa da Copa do Mundo. Ela e suas assistentes, Gisele Silva e Aline Magnani, foram chamadas pelo técnico Luiz Felipe Scolari para ajudar os jogadores a manter o controle emocional durante os as partidas. No último sábado, pouco antes de o Brasil se classificar para as oitavas de final da Copa ao derrotar o Chile nos pênaltis, vários jogadores choraram no gramado, incluindo o capitão Thiago Silva e o goleiro Júlio César.

Leia também:

Para Felipão, sofrimento também pode ser um bom treino​

Fernandinho aponta Brasil como favorito ao título da Copa

Neymar e David Luiz devem jogar contra os colombianos

A ‘três degraus do céu’, Brasil vai encarar equipe iluminada

Na reta final, a seleção que chegou pronta terá de mudar�

Para Felipão, o sofrimento também pode ser um bom treino​

Na última segunda-feira, durante uma conversa informal com seis jornalistas, Felipão e sua comissão técnica revelaram que o estado emocional é visto como uma preocupação. Por isso, Regina Brandão está novamente na concentração da seleção para ajudar os jogadores a controlarem os nervos, às vésperas do duelo com a Colômbia, sexta-feira, em Fortaleza, pelas quartas de final da Copa.

Essa, porém, não é a primeira vez que a seleção recebe a visita de Regina Brandão. Logo no início da preparação da seleção para a Copa, no final de maio, a psicóloga esteve em Teresópolis, conversou com os jogadores e traçou o perfil de cada um deles.

Siga no Instagram: uma seleção de fotos exclusivas em @vejanoinsta

​(Com agência Estadão Conteúdo)