Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente do Corinthians se irrita com debandada: ‘Quem quiser, pode ir embora’

Roberto de Andrade confirmou que Ralf irá para a China, assim como Jadson e Renato Augusto, e afirmou que desmanche no time pode aumentar

O presidente do Corinthians Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta quinta-feira para falar sobre o incrível desmanche do elenco campeão brasileiro. O dirigente confirmou que Ralf está seguindo os passos de Jadson e Renato Augusto rumo ao futebol chinês e, irritado, admitiu que a debandada pode aumentar ainda mais. Segundo Roberto, a realidade econômica do futebol nacional faz com que os clubes fiquem reféns dos mercados emergentes.

“Os clubes chineses falam direto com os jogadores e não nos procuraram, eles não sabem nem meu nome. Ficamos sabendo do negócio meia hora antes de o jogador avisar que vai sair. Não temos defesa. Nessa situação, podem sair seis, sete jogadores”, lamentou. O presidente classificou como “insano” os salários pagos pelos clubes chineses e disse que nem cogitou negociar. “É o preço que se paga por ser campeão. Não vamos fazer loucura para tentar segurar jogador. É insano querer equiparar salário de 2 milhões de reais por mês. Nem a Europa paga isso.

Leia também:

Futebol chinês desmonta Corinthians campeão brasileiro

Corinthians volta aos treinos: sai Renato Augusto e entra Pato

A movimentação do futebol brasileiro em 2016

Em seguida, Roberto de Andrade se irritou ao ser questionado se tentou convencer os atletas a ficar no Corinthians para disputar a Libertadores. “Eu não preciso falar nada! Ou eu preciso falar a eles sobre o tamanho do Corinthians? Quem quiser ir embora, pode ir, não vamos segurar ninguém”. O dirigente pediu aos torcedores que não maltratem os antigos ídolos e entendam que a situação financeira é prioridade de todos os atletas.

“O jogador passa pelo clube, ele procura o que é melhor para a sua vida. Quem tem vínculo e chora pelo clube sou eu, o torcedor. O resto não tem amor pelo clube, ele trabalha no clube. É duro de falar isso, mas é verdade. O poder financeiro fala mais alto, todos trabalham a troco de dinheiro e quando o dinheiro é muito maior, não tem o que fazer”. Por fim, Roberto de Andrade tentou tranquilizar a torcida dizendo que o time irá buscar peças de reposição e afirmou que todos os jogadores que estão saindo “chegaram ao Corinthians sem grife nenhuma”.

No momento, três titulares da conquista do hexa já confirmaram a saída do clube: Jadson jogará no Tianjin Quanjian, clube da segunda divisão chinesa dirigido por Vanderlei Luxemburgo, e Renato Augusto e Ralf irão para o Beijing Guoan. Elias e Gil, dois atletas da seleção brasileira, também têm propostas da China, assim como Alexandre Pato – o atacante, no entanto, já avisou que não pretende jogar em mercados emergentes.

(da redação)