Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Poupando três, Oswaldo de Oliveira não confirma o Botafogo

O técnico Oswaldo de Oliveira não quis confirmar, após o treino deste sábado, o time do Botafogo para o duelo de domingo, às 16 horas (de Brasília), contra o Boavista em São Januário, pela última rodada da Taça Rio. O Glorioso já está assegurado nas semifinais e vai preservar alguns titulares, como o zagueiro Antônio Carlos, o lateral esquerdo Márcio Azevedo e o atacante argentino Herrera, todos pendurados com dois cartões amarelos.

A principal dúvida do treinador está no aproveitamento ou não do volante Lucas Zen, que não participou do treino deste sábado por causa de dores na perna direita. O jogador foi relacionado e vai se submeter a um teste de vestiário, uma vez que é visto como o substituto de Marcelo Mattos, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo na vitória de 3 a 1 sobre o Friburguense.

A tendência é que Lucas Zen jogue, pois que nenhuma lesão foi diagnosticada. Mas caso ele seja vetado, Oswaldo pode adotar o esquema com três zagueiros, com Matheus Menezes formando trio com Fábio Ferreira e Brinner, substituto de Antônio Carlos. A vaga de Márcio Azevedo será preenchida pelo jovem Renan Lemos, relevado nas categorias de base do clube.

No ataque, sem Herrera, Loco Abreu jogará isolado, sendo ajudado pelos avanços do trio de meias, composto por Andrezinho, Fellype Gabriel e Elkeson.

Apesar de apresentar um quadro de cansaço muscular, o lateral direito Lucas será escalado, pois ele, suspenso, não participará do jogo de volta pela segunda fase da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, contra o Guarani-SP. Na ida o Alvinegro ganhou por 2 a 1.

Dessa maneira, a tendência é o Botafogo entrar em campo neste domingo com a seguinte escalação: Jéfferson; Lucas, Brinner, Fabio Ferreira e Renan Lemos; Lucas Zen, Renato, Andrezinho, Fellype Gabriel e Elkeson; Loco Abreu. Após o treino deste sábado os jogadores seguiram diretamente para a concentração. O Glorioso é o segundo colocado do Grupo B com 17 pontos, um a menos que o Flamengo, que no mesmo horário encara o Americano.