Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Portuguesa só empata em casa, mas continua líder

Por AE

São Paulo – A Portuguesa não emplacou um bom futebol na noite desta terça-feira no Canindé e acabou com a série de três vitórias seguidas. Com o apoio de aproximadamente quatro mil torcedores, a Lusa apenas empatou por 0 a 0 com o Americana, pela 13.ª rodada. Mesmo com este único ponto conquistado, a equipe termina a rodada líder isolada, com 27 pontos. O Americana é o quarto, com 21.

Líder e com o melhor ataque da Série B, os torcedores queriam uma Portuguesa em cima do adversário. Mas quem começou levando perigo foi o Americana, com Paulo Sérgio, que era melhor nas bolas paradas. Aos poucos, porém, a Lusa encurralou o Americana em seu campo defensivo, mas não soube como fazer as infiltrações e muito menos finalizar com perigo.

A sua melhor chance aconteceu aos 28 minutos, quando o lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro bateu de fora da área e tirou tinta da trave de Jailson.

No segundo tempo, a partida ganhou em emoção, mas faltaram os gols. Aos 9 minutos, Edno bateu de dentro da área e a bola saiu muito perto do gol. No minuto seguinte, após cruzamento na área, Edno bateu da pequena área e a defesa do Americana tirou em cima da linha.

O tempo ia passando e a Lusa tentou de todos os modos abrir o placar. Mas, no final, quem quase fez o gol foi o Americana. Após um lançamento, Charles ganhou de Ferdinando e, mesmo caído. bateu. A bola acertou o poste de Weverton, saindo depois, de forma caprichosa, pela linha de fundo.

A Portuguesa enfrenta a Ponte Preta, no sábado, às 16h20, em Campinas. Já o Americana joga mais uma partida fora de casa, desta vez, contra o Criciúma, em Santa Catarina.

FICHA TÉCNICA:

Portuguesa 0 x 0 Americana

Portuguesa – Weverton; Luis Ricardo, Rogério, Mateus e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Guilherme, Ivo (Raí), Henrique (Lucas Gaúcho) e Marco Antônio; Edno. Técnico – Jorginho.

Americana – Jailson; Paulo Sérgio, Thiago Gomes, Henrique e Magal; Alê, Léo Silva, Luis Felipe (Júlio Cesar) e Marcinho (Charles); Reinaldo e André Luis (Kássio). Técnico – Toninho Cecílio.

Árbitro – Flávio Rodrigues Guerra (SP).

Cartões amarelos – Léo Silva e Jailson.

Público – 3.693 pagantes.

Renda – R$ 56.640,00.

Local – Estádio Canindé, em São Paulo (SP).