Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por último fôlego na Série B, Vila Nova faz clássico contra o Goiás

Vila Nova e Goiás realizam nesta sexta-feira, às 20h30 (de Brasília), no estádio Serra Dourada, pela 34rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, um clássico de times em momentos bem distintos na competição. Enquanto o Vila Nova necessita da vitória se quiser se manter nessa divisão, já que vem de uma sequência vexatória, o Esmeraldino conseguiu se livrar do risco de rebaixamento e joga para consolidar essa reação.

A sequência do Colorado diz respeito às últimas oito partidas, em que o time não conseguiu vencer nenhuma: foram quatro empates e quatro derrotas, e acabou não conseguindo deixar a 18colocação, com 31 pontos. A 12 de distância do ASA, primeiro fora da zona de rebaixamento, o time é obrigado a vencer todas as partidas restantes e ainda torcer por uma combinação de resultados.

Já o Goiás conquistou três vitórias seguidas, diante de Duque de Caxias, Sport e Americana, e se livrou da iminência da zona de rebaixamento, por onde rondou perigosamente no início do segundo turno. O retrospecto favorável também diz respeito ao saldo de gols: nessas três partidas foram oito anotados a favor e apenas um tomado.

Outro ponto que conta positivamente ao Esmeraldino é o fato do Serra Dourada não ser palco de uma vitória do Vila Nova desde a 14rodada, que foi realizada no mês de julho. De lá para cá foram cinco empates e cinco derrotas. No confronto direto, também há vantagem para o Goiás, que venceu duas das cinco partidas entre Brasileirão e Campeonato Goiano. As outras três terminaram empatadas.

Tentando manter o discurso otimista, mas insatisfeito com a péssima fase técnica de sua equipe, o técnico Roberto Cavalo ainda busca sua primeira vitória no comando do Vila, mas sabe que qualquer reação é quase utopia.

Tanto que, durante a semana, não teve papas na língua para disparar contra a diretoria do clube, que não se movimentava, não passava confiança para o elenco e também não pagava os salários. Quem também não escapou da bronca foi o grupo, sobre o qual Cavalo disse estar deficiente em ‘alguns princípios do futebol’.

Para mudar a situação de uma vez por todas, os três zagueiros do criticado Leonardo Goiano estão de volta, mas dessa vez com o reforço do veterano Álvaro, cuja última partida pelo Vila Nova foi justamente um dérbi, no longínquo 26 de fevereiro. Estreante da Série B, o defensor de 34 anos mostra otimismo: ‘Eu só tenho que pedir desculpas para o torcedor do Vila, queria ter jogado mais aqui, mas se tenho as cinco partidas, vou me doar inteiramente por vitórias’.

De resto, a formação definida pelo treinador é o 3-6-1, com apenas Roni isolado no ataque, sendo que Wando foi sacado ainda nos treinamentos para a entrada de Giovanne. Túlio Souza, que realizou uma pequena cirurgia na boca, ainda é dúvida.

Do lado do Esmeraldino, o pensamento é não se sentir culpado caso o Vila Nova seja rebaixado no confronto. ‘É apenas uma coincidência. Se fosse outro adversário, jogaríamos para vencer do mesmo jeito’, garantiu o atacante Iarley, que não treinou na segunda-feira, mas participou normalmente das outras atividades durante a semana e vai a campo.

Na verdade, o técnico Enderson Moreira ainda não sabe o que fazer e trabalha com duas possibilidades: a primeira é mais cautelosa, com Marcão na lateral esquerda, Netinho no meio e Felipe Amorim ao lado de Iarley no ataque. A segunda, e mais provável, tem Marcão sacado do time, com o meia Netinho na esquerda, Felipe Amorim recuado para o meio e Guto na frente.

Com o meia Marcelo Costa retornando de suspensão, Enderson Moreira terá força máxima para encarar o Vila Nova. Motivo a ser comemorado pelo treinador, que faz sua estreia em clássicos e ainda conta com o saldo positivo de 71% de aproveitamento desde que assumiu o comando do Goiás, um desempenho digno de G-4.

Os próprios jogadores do Vila Nova garantem que, pelo momento, o Goiás é favorito. Entretanto, a única expectativa é de mais um clássico de paz dentro e fora de campo, mesmo que o Colorado não consiga a sobrevida na Série B.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA X GOIÁS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)

Data: 4 de novembro de 2011 (sexta-feira)

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa – RJ)

Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Fábio Pereira (ambos do RJ)

VILA NOVA: Michel Alves; Henrique, Gabriel e Álvaro; Victor Ferraz, Ricardinho, Giovanne, Túlio Souza, David e John Lennon; Roni

Técnico: Roberto Cavalo

GOIÁS: Harlei; Douglas, Ernando, Rafael Tolói e Marcão (Guto); Marcinho Guerreiro, Amaral, Marcelo Costa e Netinho; Felipe Amorim e Iarley

Técnico: Enderson Moreira