Polêmica em derrota do Galo faz Ceará temer pela arbitragem

A derrota do Atlético-MG para o Inter, por 2 a 1, que foi decidida por um lance confuso da arbitragem, preocupa o Ceará, próximo adversário do Galo.

‘Estamos preocupados com a pressão que o Atlético-MG vem fazendo em cima da arbitragem, principalmente depois da derrota para o Internacional na última rodada. Nós acreditamos na seriedade da comissão de arbitragem da CBF e esperamos que o jogo seja decidido apenas na bola, sem interferência do árbitro no resultado’, declarou Evandro Leitão, presidente do Vozão.

O mandatário lembra do gol marcado pelo colorado Fabrício, no duelo entre Internacional e Galo, no Beira-Rio. Na ocasião, o árbitro Péricles Bassols validou a jogada, enquanto o auxiliar Dilbert Pedrosa assinalou impedimento. Os dois conversaram à beira do gramado, a opinião do árbitro se manteve e o gol foi confirmado, para desespero dos atleticanos.

O alagoano Francisco Carlos Nascimento vai apitar o duelo entre cearenses e mineiros, no domingo, na Arena do Jacaré. Evandro Leitão também mostrou-se preocupado com este anúncio.

‘Infelizmente, o Ceará não vem tendo sorte quando tem seus jogos apitados por juízes alagoanos. Inclusive, tivemos problemas no Campeonato Cearense. Vamos estar atentos a tudo isso, já que trata-se de um jogo fundamental para Ceará e Atlético-MG no Campeonato Brasileiro’, completou.

Ceará e Atlético-MG brigam contra o rebaixamento. O Vozão está em 14 , com 30 pontos, enquanto o Galo é o primeiro integrante da zona da degola, em 17 , com 25.