Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PLACAR elege seleção da temporada europeia – com dúvida no ataque

Time dos melhores do ano na Europa tem 4 brasileiros, goleiro de 39 anos e atacante de 18. Na frente, é você quem decide: Cristiano Ronaldo ou Messi?

A temporada 2016/2017 do futebol europeu praticamente chegou ao fim depois de um intenso e emocionante mês de decisões. Real Madrid, Chelsea, Juventus, Bayern de Munique, Monaco, entre outros, celebraram as conquistas dos torneios nacionais e um ótimo desempenho de seus principais jogadores. Enquanto o mundo aguarda a decisão da Liga dos Campeões, dia 3 de junho, entre Real e Juventus, PLACAR preparou uma seleção dos melhores jogadores da temporada, com a presença de alguns veteranos, uma jovem revelação, quatro brasileiros (Neymar ficou fora) e uma dúvida e tanto no ataque. Confira e vote em quem deve ser o artilheiro do time:

GIANLUIGI BUFFON (Juventus)

O goleiro italiano segue com fome insaciável de títulos e, aos 39 anos, vive uma das melhores fases de sua carreira.  Também ajudado pela fortíssima defesa da Juventus, Buffon foi campeão nacional e da Copa da Itália e pode conquistar o único título que lhe falta, a Liga dos Campeões. Ele levou apenas três gols em 11 jogos no torneio, sendo apenas um no mata-mata – o poderoso ataque do Barcelona não conseguiu passar pelo veterano. Caso conquiste a Europa, Buffon surgiria como candidato, inclusive, à Bola de Ouro.

Foto: (Shaun Botterill/Getty Images)

DANIEL ALVES (Juventus)

O experiente lateral brasileiro deixou o Barcelona sem receber o devido reconhecimento e precisou de apenas uma temporada na Juventus para deixar os dirigentes do clube catalão arrependidos. Daniel Alves sofreu uma lesão no início e não foi titular em alguns jogos da liga italiana, mas foi fundamental na reta decisiva da Liga dos Campeões, com gols, assistências precisas e segurança na defesa. Ele pode conquistar seu quarto título do torneio – já ganhou em 2009, 2011 e 2015 com o Barcelona.

Daniel Alves da Juventus na semifinal da Liga dos Campeões contra o Monaco

Foto: (Jean Catuffe/Getty Images)

DAVID LUIZ (Chelsea)

Assim como Daniel Alves, o zagueiro brasileiro de 30 anos começou a temporada desacreditado em seu retorno ao Chelsea, mas foi um dos pilares do time na conquista da liga inglesa. Mais maduro, David Luiz assimilou bem o esquema tático montado pelo italiano Antonio Conte e foi eleito o melhor zagueiro da Premier League. De quebra, ganhou nova chance na seleção brasileira para os próximos amistosos do time de Tite.

Foto: (Michael Regan/Getty Images)

SERGIO RAMOS (Real Madrid)

Outra vez ele. Herói das conquistas das Ligas dos Campeões de 2014 e 2016, o capitão do Real Madrid, levou novamente o time à decisão e ainda reconquistou o Campeonato Espanhol e o Mundial de Clubes. Além de firme na defesa, Ramos mostrou novamente sua faceta artilheira: fez 10 gols no ano, sete na liga espanhola, o mais importante deles no último minuto do clássico do primeiro turno, diante do Barcelona, no empate em 1 a 1 no Camp Nou.

Sergio Ramos salva Real Madrid na disputa contra o Betis, neste domingo

Foto: (Divulgação/La Liga/Divulgação)

MARCELO (Real Madrid)

De contestado com José Mourinho e Rafa Benítez, Marcelo se tornou homem de confiança no Real Madrid de Zinedine Zidane e teve uma temporada excepcional. Jogando com mais liberdade para apoiar o ataque, o brasileiro brilhou especialmente diante do Bayern de Munique, na Liga dos Campeões, e no jogo contra o Valencia, em abril, uma vitória por 2 a 1 com gol seu, aos 40 do segundo tempo, que manteve o Real Madrid no topo da liga espanhola.

Foto: (Susana Vera/Reuters)

N’GOLO KANTÉ (Chelsea)

O volante francês de 26 anos chegou ao Chelsea sob grande expectativa depois de ter conquistado o titulo inglês de 2016 pelo modesto Leicester City. E mostrou que poderia evoluir ainda mais na brigadora equipe de Antonio Conte. Disparado o principal ladrão de bolas do torneio, Kanté também foi eleito o melhor jogador de toda a Premier League. Com seu estilo de jogo simples e objetivo, de desarmes e passes curtos, foi peça fundamental na conquista e se consolidou como um dos melhores do mundo na posição.

N'Golo Kanté

Foto: (nglkante/Facebook)

CASEMIRO (Real Madrid)

Outro que ganhou a confiança absoluta do técnico Zidane, Casemiro é o ponto de equilíbrio no espetacular meio-campo que ainda tem Toni Kroos e Luka Modric. Aos 25 anos, o jogador revelado (e mal aproveitado) pelo São Paulo se adaptou totalmente à posição de primeiro volante, com força nos desarmes e ótima saída de bola. Ainda contribuiu com cinco gols na temporada.

Foto: (Miguel Vidal/Reuters)

EDEN HAZARD (Chelsea)

Aos 26 anos, o belga Hazard se consolidou como o grande craque do Chelsea. Seus dribles desconcertantes e os 16 gols marcados na liga inglesa contribuíram para mais um título da equipe de Londres.

Eden Hazard

Foto: (Mike Hewitt/Getty Images)

KYLIAN MBAPPÉ (Monaco)

“O novo Henry”. O forte e habilidoso atacante de 18 anos não se intimidou com a pressão de ser comparado ao ex-craque francês e, em apenas uma temporada, já passou de promessa a um dos jogadores mais valiosos da atualidade. Seus seis gols ajudaram o Monaco a chegar à semifinal da Liga dos Campeões. Mbappé ainda marcou 15 vezes na campanha do título francês, o primeiro do Monaco em 17 anos. Os clubes gigantes do continente já movimentam o mercado para tentar contratar o novo prodígio do futebol francês.

Kylian Mbappe Lottin comemora gol contra o Manchester City - 15/03/2017

Foto: (Eric Gaillard/Reuters)

PIERRE AUBAMEYANG (Borussia Dortmund)

Bem menos badalado que seus concorrentes do Bayern de Munique, o atacante gabonês do Borussia Dortmund teve mais uma temporada de números espetaculares. Com os três gols diante do Werder Bremem na última rodada, “Auba” terminou à frente de Robert Lewandowski, na artilharia do Campeonato Alemão, com incríveis 31 gols – como comparação, na liga espanhola Luis Suárez marcou 29, Cristiano Ronaldo fez 25 e Neymar somou apenas 13.

Pierre-Emerick Aubameyang, do Borussia, comemora gol durante partida contra SL Benfica, válida pela UEFA Champios League

Foto: (Patrik Stollarz/AFP)

ANTONIO CONTE (Chelsea)

Depois de temporadas de sucesso na Juventus e na seleção italiana, Conte aceitou o desafio de trabalhar pela primeira vez na Inglaterra. Apesar de seu inglês “macarrônico” e das poucas contratações do Chelsea em relação aos concorrentes de Manchester, o treinador rapidamente conseguiu passar a seus atletas a sua filosofia de jogo, de muita marcação e saída rápida no contra-ataque. Nem Guardiola, nem Mourinho, nem Klopp. Em 2017, quem mandou na Inglaterra foi Antonio Conte.

Antonio Conte, técnico da seleção italiana

Foto: (Darren Staples/Reuters/Reuters)

LIONEL MESSI ou CRISTIANO RONALDO?

Há uma década, o argentino do Barcelona e o português do Real Madrid disputam o posto de melhor jogador do mundo. Ambos tiveram uma ótima temporada, mas por motivos diferentes – o que torna complicadíssima a missão de escolher apenas um no time titular. Messi marcou incríveis 53 gols na temporada (37 no Campeonato Espanhol) e teve algumas atuações memoráveis, como na vitória sobre o Real de Cristiano no Bernabéu, com gol nos acréscimos e comemoração histórica. O argentino, no entanto, jogou mal contra a Juventus na eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões e não conseguiu conquistar o tricampeonato da liga espanhola – ainda pode conquistar a Copa do Rei neste sábado.

Cristiano Ronaldo, por sua vez, tem seu menor número de gols desde 2010: fez 40 em 45 jogos pelo Real Madrid. Aos 32 anos, é cada vez mais um finalizador que pouco sai da área para trabalhar as jogadas. Mas, mesmo com poucos toques na bola, o português foi incrivelmente decisivo nos jogos mais importantes da Liga dos Campeões, marcando quatro vezes contra o Bayern de Munique nas quartas de final e três vezes diante do rival Atlético de Madri, nas semifinais. Se conquistar o título da Liga dos Campeões diante da Juventus, Cristiano Ronaldo certamente conquistará mais uma Bola de Ouro, a quinta da carreira. E talvez deixe mais claro se teve uma temporada melhor que a de Messi. Para você, quem foi melhor na temporada 2016/2017?

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gabriel Oliveira

    Neymar fora! kkkkkkk
    Eu não gosto muito do estilo de vida desse jogador, mas o cara jogou demais essa temporada europeia.

    O que é placar?
    É uma revista, é?
    De que país?

    Curtir