Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para Alonso, Barcelona será apenas o começo da reação da Ferrari

Preparado para o início da temporada europeia da Fórmula 1, Fernando Alonso minimizou as expectativas sobre as atualizações no F2012 e afirmou que a próxima corrida, no circuito Montmeló, em Barcelona, na Espanha, será apenas o começo da reação da Ferrari. Em casa, o espanhol lembrou que a escuderia italiana não será a única a apresentar mudanças.

‘Temos algumas novas peças, mas, aqui, todos terão novas peças. Pelo fato de ser a Ferrari, há muita expectativa e parece que só a Ferrari está trazendo novas peças’, destacou Alonso em entrevista coletiva concedida no circuito catalão.

As primeiras mudanças no F2012 já foram colocadas em prática na pista de Mugello, na Itália, durante os testes coletivos. O espanhol reconheceu a melhora da escuderia italiana em relação à última prova, no Bahrein, mas lembrou que será apenas o início de um longo trabalho de recuperação.

‘Estamos um passo à frente, acreditamos nisso, em relação a onde estávamos no Bahrein, mas também sabemos que este não é o último passo que precisamos dar. É um trabalho contínuo que precisamos fazer, a começar aqui em Barcelona’ comentou.

Alonso mostrou preocupação quanto às expectativas depositadas no carro. ‘Não será o fim do mundo se não estivermos na pole em Barcelona, não acho isso. Temos de ver. Se o passo não for bom o suficiente, e se as outras equipes melhorarem mais que nós, vamos ter de trabalhar ainda mais para Mônaco e Canadá e levar mais peças novas. A temporada é longa e jamais vamos desistir em abril’, analisou o piloto.

A questão sobre os desgastes dos compostos da Pirelli, criticada por Michael Schumacher, também foi levantada na entrevista coletiva. Fernando Alonso opinou que há um exagero da imprensa, mas discordou da posição do alemão.

‘Não concordo que Michael está continuamente criticando a Pirelli. Michael disse uma coisa, e o que tem sido escrito na imprensa é um exagero. Eu li o que ele disse e não vejo nenhum grande problema nisso’, finalizou.