Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para Alonso, 9.º lugar corresponde ao potencial do carro

Por AE

Xangai – Mesmo na liderança do Mundial de Fórmula 1, o espanhol Fernando Alonso parece não estar satisfeito com o trabalho da Ferrari nesta temporada. Neste sábado, ele ficou na nona colocação no treino classificatório para o GP da China, que acontecerá neste domingo, mas avaliou que o desempenho “corresponde ao potencial” do carro.

“O carro é o que é, e as evoluções que trouxemos para cá não são suficientes para produzir um salto na performance. Então, esta posição corresponde mais ou menos ao nosso potencial no momento. Claro, não podemos ficar feliz por ficar longe da pole position, mas tudo que podemos fazer é trabalhar para diminuir este espaço”, comentou.

Alonso é o primeiro do campeonato após duas etapas, com 35 pontos, e a atual colocação o anima para o restante da temporada. Ele lembrou de 2010, quando também sentia que tinha um carro pior que o de seus concorrentes, mas conseguiu chegar à última prova na liderança do Mundial – Sebastian Vettel ficaria com o título.

“Se fizermos um bom trabalho, então poderemos pensar em vitória. Caso contrário, não. Mas eu permaneço otimista. Mesmo em 2010, nós tínhamos um carro significantemente atrás dos melhores, mas, no fim, conseguimos chegar na corrida final liderando o Mundial”, avaliou.

Sobre a prova deste domingo, o espanhol apontou que precisará fazer uma corrida perfeita se quiser somar pontos. “Não podemos nos permitir cometer erros porque certamente não temos o melhor carro. Se pilotarmos perfeitamente, como fizemos na Austrália e na Malásia, então poderemos levar para casa pontos valiosos”, declarou.